Copa Paulista, Esportes

EC São Bernardo desafia o Azulão no 1º de Maio

EC São Bernardo desafia o Azulão no 1º de Maio
Renato Peixe elogiou o adversário comandado por Marcelo Vilar, mas quer a vitória . Foto: Brendow Felipe/EC São Bernardo e Fabrício Cortinove/AD São Caetano

Embalado por três vitórias consecutivas na Copa Paulis­ta, o São Caetano enfrenta o Esporte Clube São Bernardo hoje (20), às 15h, no Estádio Primeiro Maio, em partida da quin­ta rodada da competição.

Recuperado de duas der­ro­tas seguidas ao vencer a Ponte Preta por 2 a 0 no último fim de semana, o Cachorrão terá pela frente o líder do Grupo 4 e o último invicto da chave.

O Azulão soma dez pontos, contra seis do adversá­rio, que ocupa a terceira posição, dentro do G4, como é chamada a zona de classificação à segunda fase da Copa Paulista.

As duas equipes voltam a se enfrentar em competições oficiais após 28 anos. A história do duelo é marcada por dois compromissos válidos pela 2ª Divisão do Campeonato Paulista de 1991. O primeiro encontro terminou empatado (1 a 1) e o segundo, com vitó­ria do São Caetano (1 a 0).

“A gente procurou apro­veitar da melhor maneira pos­sível a semana de traba­lho. Teremos um compromisso complicado contra o EC São Bernardo, que certamente vai nos oferecer muitas dificuldades. Por isso, trabalhamos bem nossas opções para o jogo”, afirmou o técnico do São Caetano, Marcelo Vilar.

Pela primeira vez desde que assumiu o Azulão, Vilar precisará mexer no time titular. A mudança ocorre por conta da ausência do volante Esley, suspenso com três cartões ama­relos. Cerezo é um dos cota­dos a ficar com a vaga.

“Certamente, o time vai sentir a ausência do Esley, mas vejo essa situação como uma oportunidade para quem entrar de demonstrar seu potencial. Afinal de contas, um time não se faz apenas de 11 jogadores”, ressaltou o técnico.

Do outro lado, o Cachorrão terá os retornos do zagueiro Gabriel Caran e do volante Mariano, que cumpriram suspensão na última rodada.

O técnico Renato Peixe elo­­giou o rival e destacou a ne­cessidade de vitória para con­tinuar entre os pri­meiros colocados. “O jogo tem grande importância. É um adversário que vai brigar pelo título e que jogou o Brasileiro da Série D há pouco tempo. Com os três pontos, a gente encosta neles na tabela e consolida nosso objetivo, que é terminar o primeiro turno no G4”, disse.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*