Brasileirão, Esportes

Dracena vibra com responsabilidade e pede cautela

Dracena: “A ansiedade bate até nos experientes, mas temos de passar tranquilidade”. Foto:  Cesar Greco/Agência Palmeiras

A lesão sofrida pelo zagueiro Mina na semana passada, quando o jogador estava a serviço da seleção colombiana, deixou muitos torcedores do Palmeiras preocupados. O gigante de 1,95 m é, afinal, um dos pilares do líder do Campeonato Brasileiro.

Porém, para Edu Dracena, não há motivo para esquentar a cabeça. O experiente zagueiro será acionado caso o titular realmente não tenha boas condições para enfrentar o Atlético-MG, na quinta-feira (17), certo de que vai realizar um bom trabalho em Belo Horizonte.

“Gosto de jogar esse tipo de jogo. Quem não gosta? Jogador gosta de jogo difícil”, afirmou o atleta de 35 anos, que não tem poucas partidas decisivas registradas em seu vasto currículo.
Vitorioso por onde passou, Dracena tem títulos nacionais por Olympiacos-GRE, Cruzeiro,

Fenerbahçe-TUR e Corinthians. Atual campeão brasileiro, é o único que pode ser bi neste ano.
“Deus foi muito bom comigo. Nas outras encarnações, acho que fui muito bom”, sorriu. “Estive em momentos importantes em outros clubes e agora tenho a possibilidade de fazer parte do Palmeiras campeão brasileiro depois de 22 anos.”

Tranquilidade

Apesar da proximidade do momento histórico, o que o beque recomenda aos companheiros menos experientes é tranquilidade. Dracena quer o time fazendo o que fez nas 34 rodadas que o deixaram perto da conquista.

“(Precisamos ter) Pés no chão. Ainda não ganhamos nada. A ansiedade bate até nos mais experientes, mas a gente tem de passar tranquilidade e acreditar no trabalho que nos trouxe até aqui. Você não pode entrar no oba-oba de que já ganhou”, afirmou.
Experiência, assegura Edu Dracena, não é tudo o que tem a oferecer. O zagueiro – que participou de 15 partidas no Campeonato Brasileiro até aqui – afirma estar em boa forma e pronto para contribuir da melhor maneira dentro de campo.

“Mostrei isso quando pude entrar, como foi contra o Corinthians em Itaquera”, disse, orgulhoso do desempenho na vitória por 2 a 0 sobre o arquirrival e clube pelo qual foi campeão brasileiro no ano passado.

“É um momento único, com a idade que tenho, estar jogando em alto nível. É fruto do trabalho que você realiza no dia a dia”, concluiu Dracena. (Folhapress)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*