Uncategorized

Doria terá vice do partido de Kassab na corrida eleitoral

No primeiro ato oficial da pré-campanha para governador, o ex-prefeito João Doria (PSDB) recebeu nesta segunda-feira (9) o apoio do PSD, partido que ocupará a vaga de vice na chapa do tucano.

A ex-vice-prefeita Alda Marco Antônio é o nome mais cotado para assumir o posto. Entre 2009 e 2012,  foi vice de Kassab no mandato dele na prefeitura da capital.

Kassab, que é o atual ministro das Comunicações, chegou a ser cotado para vice de Doria, mas não se desincompatibilizou do cargo no governo e afirmou na semana passada que continuará na gestão Michel Temer.

O evento foi encerrado sem a confirmação de que os dois partidos negociaram a vaga de vice, mas, na saída, Kassab confirmou aos jornalistas que o acordo está selado.

Doria disse: “Tudo o que o ministro Gilberto Kassab falar a nosso respeito eu confirmo”. No palco, o discurso era o de que o nome do (ou da) colega de chapa será anunciado “oportunamente”.

A possibilidade de Alda ser a escolhida não foi cravada pelos dois nem pela própria. “O partido está discutindo”, despistou.
Doria e seus aliados tentam ainda atrair o apoio de legendas como DEM, PP e PRB.

O tucano deixou a prefeitura na sexta-feira (6) para disputar o governo. Seu principal adversário deve ser o atual governador, Márcio França (PSB), que era vice de Geraldo Alckmin (PSDB).

ALCKMIN

Kassab afirmou que o acordo no plano estadual não significa necessariamente que o PSD apoiará a candidatura de Alckmin à Presidência da República, embora a tendência mais forte hoje seja essa.

O ministro chamou de “falácia” a crítica a Doria por ter abandonado a prefeitura com 15 meses de mandato.

“Não há quem questione que nesses 15 meses à frente da prefeitura o João Doria foi um excelente prefeito”, disse, ressaltando o papel que o substituto dele, Bruno Covas (PSDB), terá agora.

Doria, que transferiu para o filho o comando do grupo Lide ao assumir a prefeitura, disse que não voltará à direção da empresa e que sua única ocupação nos próximos meses será a campanha.

O pré-candidato tucano ao Palácio dos Bandeirantes comemorou a aliança. Segundo ele, é “uma coligação vitoriosa”, que reúne do lado do PSD prefeitos, vereadores, deputados estaduais e federais e “lideranças inclusive do movimento sindical”.

Uma delas, Ricardo Patah, presidente da UGT (União Geral dos Trabalhadores), fez elogios a Doria no evento. Disse que ele “é um homem do povo” e que é preciso eleger alguém que “está longe da corrupção, tem capacidade de gestão e gosta do cheiro do povo”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*