Editorias, Notícias, Política

Doria promete Secretaria do Interior para descentralizar governo de SP

Doria promete Secretaria do Interior para descentralizar governo de SP
Doria: “todos os processos serão digitais, não vai precisar mais ficar assinando contrato, fazer cerimônia no Palácio dos Bandeirantes”. Foto: Arquivo

O governador eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), promete uma gestão descentralizada e a criação de uma Secretaria do Interior para articular políticas junto a prefeituras.

Nesta segunda-feira (29), Doria reservou o dia para dar entrevistas. A criação da nova pasta foi um dos principais eixos do discurso do tucano, que se define um “municipalista”.

“Vamos criar a secretaria do interior, enxuta, pequena, mas bem estruturada. Para que os recursos do pacto federativo anunciado pelo Paulo Guedes, futuro ministro da Fazenda, possam chegar rapidamente aos seus destinatários”, disse Doria em uma das entrevistas, esta à Rádio Bandeirantes.

Doria diz que não faz sentido que os prefeitos tenham de se deslocar até o Palácio dos Bandeirantes para tratar de temas de interesse dos municípios.

“Não tem necessidade de o prefeito pegar uma estrada, ficar rodando 500 km ida e volta para assinar convênios e contratos”, disse à rádio Jovem Pan. “Vamos fazer tudo digitalmente. Todos os processos serão digitais, não vai precisar mais ficar assinando contrato, fazer cerimônia no Palácio dos Bandeirantes”.

As cerimônias no Palácio eram uma tradição do governo de Geraldo Alckmin (PSDB), nas quais o ex-governador costumava tratar de política e tomar café com prefeitos do interior. Doria tem batido na tecla de que busca um jeito mais moderno de se fazer política.

Além de descentralizar a gestão, a criação desta secretaria garante um contato político mais próximo da futura gestão Doria com os prefeitos -hoje, muitos são fiéis ao atual governador Márcio França (PSB).

Doria promete ainda reduzir o número de secretarias do governo estadual, a exemplo do que fez na prefeitura. Hoje, de acordo com o site do governo, há 25 secretarias.

O tucano tem dito que não pensou ainda nos nomes. No entanto, em seu primeiro discurso, deixou claro que o vice Rodrigo Garcia (DEM) deve ter um papel ativo no governo, além do cargo para o qual foi eleito.

Um possível nome para a nova Secretaria do Interior é o do ministro do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD). O cacique do PSD foi o primeiro apoiador de Doria e esteve bastante presente ao longo da campanha.

Além disso, Kassab tem um perfil político e bom relacionamento com políticos do interior paulista.

Doria tem dito que suas prioridades serão segurança, saúde e emprego, mas, nas entrevistas recentes, não adiantou nenhuma novidade em relação às propostas que fez na campanha.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*