Editorias, Notícias, São Paulo

Doria anuncia R$ 220 mi para emprego, renda infraestrutura e desenvolvimento

O governador João Doria (PSDB) anunciou, nesta segunda-feira (30), R$ 220,3 milhões em convênios, autorizações e investimentos na geração de emprego e renda para municípios e obras de infraestrutura. A divulgação foi feita durante o 1º Seminário de Trabalho e Renda, Empreendedorismo e Parcerias, realizado no Palácio dos Bandeirantes e dirigido a prefeitos e agentes públicos municipais.

“Esse é o terceiro grande seminário que realizamos aqui no Palácio dos Bandeirantes neste primeiro ano. O nosso objetivo é um só, melhorar a qualidade de vida dos brasileiros em São Paulo e vamos terminar o ano com 1,4% de crescimento real. Temos 37 novas empresas que foram implementadas aqui em menos de nove meses de Governo, mais de R$ 45 bilhões que foram gerados por esses investimentos. Dos 210 mil novos empregos, 87 mil foram gerados diretamente por esses investimentos captados pelo Governo do Estado de São Paulo”, disse.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico anunciou a liberação de R$ 170 milhões para programas voltados para capacitação, empreendedorismo, desburocratização, inclusão social e desenvolvimento, como Novotec, Banco do Povo, Via Rápida, SP Criativo, Cidadão Trabalhador, Trabalho Inclusivo e Indústria 4.0 PME.

Para fomentar a infraestrutura de 57 municípios e gerar mais emprego e renda, a Secretaria de Desenvolvimento Regional assinou convênios e autorizações no valor de cerca de R$ 18 milhões. Os convênios contemplaram reforma de Unidade Básica de Saúde, escola municipal, centro de lazer e da juventude, ginásio de esportes, iluminação pública e infraestrutura urbana em geral.

Por meio da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, foram assinados convênios que somam R$ 9,3 milhões com 243 municípios paulistas regulados e fiscalizados pela Arsesp (Agência Reguladora de Saneamento Básico e Energia do Estado de São Paulo). A iniciativa visa a revisão ou atualização dos Planos Municipais de Saneamento: Serviços de Abastecimento de Água Potável e de Esgotamento Sanitário.

A verba será investida em desenvolvimento de estudos que darão cobertura a despesas previstas para contratação de empresas ou consórcios para execução dos trabalhos. Os recursos da Arsesp são obtidos com a arrecadação da Taxa de Regulação, Controle e Fiscalização.

Os municípios deverão designar uma equipe técnica responsável para compor o Grupo Executivo Local, que fornecerá informações e acompanhará o desenvolvimento dos trabalhos. O prazo estimado para conclusão e entrega dos respectivos planos é de 18 meses, e a ação está dividida por blocos definidos pela proximidade da localização dos municípios.

A Desenvolve SP, instituição financeira do Governo do Estado, anunciou R$ 23 milhões em financiamento de projetos de infraestrutura. São projetos em 17 municípios, sendo assinatura de cinco contratos somando um total de R$ 7,5 milhões.

Todos os projetos têm o objetivo de fomentar o desenvolvimento regional e melhoria da qualidade de vida da população. Entre os financiamentos autorizados, estão projetos para compra de veículos, implantação de sistema de georreferenciamento e urbanização de vias, entre outros.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*