Editorias, Notícias, São Paulo

Doria anuncia distribuição de 6,5 mi de kits de intubação e prorrogação da fase de transição até 15 de julho

Serão mantidas as mesmas regras, incluindo horário e limite de capacidade, para funcionamento das atividades econômicas. Foto: Governo do Estado de SP
Serão mantidas as mesmas regras, incluindo horário e limite de capacidade, para funcionamento das atividades econômicas. Foto: Governo do Estado de SP

Atualizado às 22h30

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (23) a distribuição, a partir de hoje, de 6,5 milhões de kits de intubação, com oito medicamentos, ao custo de R$ 136 milhões em investimento do Estado, para 400 hospitais públicos e filantrópicos do Estado. Durante a coletiva também foi anunciada a prorrogação da fase de transição até 15 de julho, devido aos índices elevados de casos, mortes e internações por covid-19. A última atualização do Plano SP previa a manutenção dessa etapa até 30 de junho.

Segundo o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, para dar melhor assistência a quem ainda precisa de internação, o governo fez aquisição de 6,5 milhões de kits de intubação. “Até o final deste mês teremos 600 mil kits já entregues para mais de 400 hospitais esta­duais, municipais e filantrópicos. Portanto, estamos aco­lhendo inclusive os próprios municípios. Novas remessas desses medicamentos estarão chegando a partir de julho e no final do mês de agosto. Dessa forma, conseguiremos manter o suporte de assistência por um período de dois meses”, afirmou.

FASE DE TRANSIÇÃO

A prorrogação da fase de transição é amparada em recomendação do Centro de Contingência. “Devido aos índices ainda elevados de casos, internações e óbitos da pandemia em SP, o Governo do Estado vai seguir mais uma vez a recomendação do Centro de Contingência e prorrogará a fase de transição do Plano SP até o dia 15 de julho”, pontuou Doria.

A última atualização do Plano SP previa a manutenção da fase de transição até 30 de junho. Com a nova prorrogação, as normas passam a valer até a primeira quinzena de julho. As regras para funcionamento das atividades econômicas permanecem as mesmas: os estabelecimentos podem funcionar das 6h às 21 horas com no máximo de 40% de ocupação. O toque de reco­lher continua nas 645 cidades do Estado, das 21h às 5h.

VACINAÇÃO

Segundo a coordenadora do Programa Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula, a cobertura vacinal é de 100% entre os idosos com idades entre 75 e 79 anos e acima de 85 anos. Na faixa etária de 80 a 84 anos, é de 94,5%. Doria pediu para que as pessoas não escolham qual vacina tomar e aceitem a que estiver disponível no momento. “Todas as vacinas aprovadas pela Anvisa são boas”, afirmou.

Desde o início da pandemia, o Estado de São Paulo registrou 3,6 milhões de casos de covid-19 e 123,1 mil óbitos relacionados à doença. Até a noite desta terça-feira, 22.345 pacientes estavam internados em todo o Estado, sendo 10.597 em unidades de terapia intensiva e 11.748 em leitos de enfermaria. A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado é de 78,9% e na Grande São Paulo é de 74,7%.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*