Editorias, Notícias, São Paulo

Doria anuncia mais 100 leitos de UTI no HC para pacientes com covid-19

Doria anuncia mais 100 leitos de UTI no HC para pacientes com covid-19
Com ampliação, Hospital de Clínicas passa a ter 300 leitos de UTI para casos de coronavírus. Foto: Governo de SP

O governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (27) parceria com a iniciativa privada para ampliar de 200 para 300 o total de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas, na capital, para atendimento exclusivo a pacientes com covid-19.

“O Hospital das Clínicas é o maior centro de tratamento do coronavírus do país. Um complexo hospitalar público (da Facul­dade de Medicina da USP) que tem o apoio imprescindível do setor privado. Graças a doações de hospitais particulares e ins­tituições privadas, temos conseguido dar o apoio necessário para que o HC continue realizando seu trabalho exemplar e, mais do que nunca, ajudando a salvar vidas”, afirmou Doria.

“Em nome da população de São Paulo, quero agradecer a todos pelas doações, pela gene­rosidade e responsabilidade de compreenderem que é com união que poderemos salvar vidas”, pontuou.

Com recursos financeiros, equipamentos e profissionais, instituições como BTG, a Rede D’Or, Hospital Sírio-Libanês, Hospital Israelita Albert Eins­tein, HCor e Beneficência Portuguesa já se juntaram à rede de apoio ao lado de dezenas de empresas e pessoas. O Hospital das Clínicas já arrecadou mais de R$ 24 milhões em doações, que podem ser feitas diretamente pelo site viralcure.org/hc.
A iniciativa privada vai “adotar” novas alas com dez leitos de UTI cada uma. As ins­tituições vão contribuir com equipamentos e equipes de profissionais de saúde.

Os apoiadores são Rede D’or, Hospital Sírio-Libanês, HCor e Beneficência Portuguesa, Grupo Takaoka e o Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências do Governo do Estado, que oferecerá uma equipe médica e equipamentos.

PLANTÕES

O BTG liderou um grupo que oferecerá 1.050 plantões por mês ao hospital durante três meses.
A abertura será gradual, com os 40 primeiros novos leitos ativados na primeira quinzena de maio. Atualmente, o Hospital das Clínicas possui 400 pacientes internados com o novo coronavírus, sendo 191 em UTI.

“Este processo contínuo de abertura de dezenas e dezenas de novos leitos de UTI em tempo recorde, no meio de uma pandemia, é algo inédito e só é possível graças ao planejamento e ao trabalho incansável da nossa equipe. Mas é preciso mais, e o apoio da Secretaria de Estado da Saúde e da iniciativa privada será fundamental nesse processo”, afirmou Eloisa Bonfá, diretora clínica do Hospital das Clínicas.

O complexo reservou todo o Instituto Central para o atendimento da doença, com mais 700 leitos de enfermaria em ocupação gradativa. A transformação parcial permitirá o aumento dos leitos de UTI. (Reportagem Local)

um comentário

  1. Boa notícia, a prioridade agora é o investimento em saúde para salvar vidas. Juntos venceremos essa batalha.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*