Diadema, Minha Cidade, Sua região

Dois ônibus são incendiados em Diadema; Lauro Michels acredita em represália

Coletivos faziam a linha 24 e foram atacados na Vila Nova Conquista. Foto: Reprodução/FacebookDois ônibus foram incendiados ontem (15) à noite em Diadema. Os coletivos, que faziam trajeto da linha 24, foram atacados na região da Vila Nova Conquista. Um automóvel também foi atingido.

O prefeito Lauro Michels (PV) acredita que o ato de vandalismo seja em represália à Operação Força Metropolitana realizada ontem pela Polícia Militar.“ É lamentável que parte da sociedade veja isso de forma negativa, e reaja queimando nosso dinheiro. Tenham certeza que vamos nos empenhar em repetir as operações, pois nossa cidade é cidade de gente trabalhadora, de bem, e a minoria vai sim respeitar a maioria”, postou Michels em sua página na rede social.

Ontem, a linha 24 foi suspensa e as linhas 25 e 10 não estavam circulando pela avenida Presidente Juscelino. O corpo de bombeiro foi acionado e até o fechamento da edição não havia relato de vítimas.

Operação

O 24º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano de Diadema realizou ontem a Operação Força Metropolitana. A ação contou com apoio da Policia Civil, Guarda Civil Municipal (GCM), dois pelotões de Rota e o efetivo do 24º BPM/M com policiais militares do Patrulhamento de Força Tática e ROCAM (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas), além de policiais militares do serviço administrativo e da Dejem (Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar) vespertina.

O policiamento é realizado onde as estatísticas apontam maiores incidências criminais em relação aos delitos de roubo e furto de veículos. “O objetivo da operação conjunta é marcar a presença das forças policiais nas ruas e aumentar a percepção de segurança aos munícipes de Diadema”, disse o secretário de Defesa Social, coronel Marcel Soffner, que participou da operação.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*