Arte & Lazer, Cinema

Documentário revela trajetória de moradora de Diadema

A cada pincelada a pintora retrata a face da mulher negra e guerreira; das favelas, que descreve como verdadeiros quilômbos urbanos . Foto: Divulgação

Amanhã (8), às 19 horas, no Centro Cultural Diadema será exibido o documentário “Ordalina Cândido: Eu Sou o Povo”, que conta a história da artista plástica e moradora de Diadema Ordalina. O filme contemplado pela iniciativa Fundo Municipal de Cultura encerra ciclo de apresentações que começou pelo Cine Eldorado, passando também pelos espaços culturais Vladimir Herzog e Vila Nogueira.

Dirigido por Diaulas Ullysses e Isabelli Gonçalves, o filme tem duração de 53 minutos. A obras é uma análise documental sobre a trajetória e obra dessa paranaense de 73 anos que, mesmo vivendo momentos altos e baixos, descobriu na arte seu legado.

As cenas do documentário perpassam por seu trabalho como pintora autodidata, articuladora social e orientadora em artes plásticas na cidade de Diadema. Ordalina mora no Jardim Inamar, onde é uma representante comunitária e mantem forte vínculo com a sua comunidade. Além do gosto pelas artes, também é cabeleireira e suas pinturas já estão em mãos de apreciadores da Europa, Austrália e Canadá.

No trabalho que realiza junto aos jovens e crianças em situação de vulnerabilidade social, busca a cidadania e a produção de atividades culturais e auxílio as famílias. Por meio das telas que produz, mostra o Brasil verdadeiro, com seus contrastes sociais, violências e preconceitos.

A cada pincelada a pintora retrata a face da mulher negra e guerreira, que une as dificuldades sofridas pela população da periferia com a garra e a perseverança. Outra faceta revelada pela pintora em suas obras são as favelas que descreve como verdadeiros quilombos urbanos.

Serviço – Documentário: “Ordalina Candido: Eu Sou o Povo”. Data e hora: amanhã (8), às 19h. Local: Teatro Clara Nunes, rua Graciosa, 300, Centro. Telefone: 4056-3366. Entrada gratuita.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*