Brasileirão, Esportes

Diogo Vitor, do Santos, é flagrado em exame antidoping

Diogo Vitor, do Santos, é flagrado em exame antidoping por substância presente na cocaína
Diogo Vitor tem histórico de indisciplina na base. Foto: Ivan Storti/Santos FC

O atacante Diogo Vitor, 21 anos, testou positivo no antidoping após a partida do Santos contra o Botafogo, em 21 de março deste ano, pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

O clube afastou o jogador de forma preventiva e não revelou a substância encontrada na urina do atleta. A reportagem apurou ter sido um componente químico também presente na cocaína.

O Santos espera o resultado da contraprova para decidir o que fazer sobre o caso. Diogo Vitor pode ser suspenso do futebol por um ano. O jogador tem histórico de problemas disciplinares na Vila Belmiro. Nas categorias de base, o atacante chegou a sumir algumas vezes do clube sem dar satisfação à comissão técnica.

No começo de 2016, Diogo Vitor teria de se apresentar com o elenco profissional para a pré-temporada, mas alegou estar doente e sumiu por quatro meses.

Dorival Júnior, treinador do Santos na época, deu nova chance ao atacante, mas o jovem desapareceu do clube mais uma vez. Com isso, foi afastado e rebaixado ao time B santista.

A boa temporada no ano passado fez o atual técnico da equipe, Jair Ventura, dar nova chance ao jogador no time principal em 2018.

A tendência é que os dirigentes ofereçam apoio ao jogador na recuperação. Em princípio, Diogo Vitor vai treinar separadamente do restante do elenco profissional.

No início deste ano, Diogo Vitor renovou seu vínculo com o Santos até fevereiro de 2021. No contrato, há uma cláusula que permite ao Peixe rescindi-lo em caso de má conduta no trabalho, mas a cúpula santista sequer cogita demiti-lo em um momento como esse.

Além de aguardar a contraprova, o Santos acredita que é hora de dar apoio e força ao atacante.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*