Editorias, Mundo, Notícias

Digitais de suspeito por ataque são achadas em caminhão em Berlim

Autoridades da Alemanha confirmaram ontem (22) que as digitais do tunisiano Anis Amri, 24, foram encontradas na porta do caminhão usado no ataque a um mercado de Natal em Berlim no início da semana que deixou 12 mortos. “Podemos dizer hoje que o suspeito é muito provavelmente o responsável pelos ataques”, disse o ministro do Interior, Thomas de Maizière.

A chanceler Angela Merkel disse esperar que o autor do ataque seja preso em breve. Foi o maior ataque em solo alemão desde 1980. O suspeito fugiu e é procurado pelas autoridades do país, que emitiram uma ordem europeia de detenção. Ele estaria à solta e armado. Apartamentos em Berlim e em Dortmund foram revistados.

As autoridades encontraram no caminhão os documentos dele, que usa diversos nomes e também as cidadanias de Egito e Líbano. A milícia terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria do atentado em uma nota divulgada por um de seus canais de propaganda.

Não está provado, no entanto, que a facção teve um papel ativo no ataque. A ação pode ter sido apenas inspirada pela organização. O restante da Europa segue em alerta e incrementando a segurança de outros mercados natalinos. Há receios de que o Estado Islâmico planeje outros ataques, enquanto perde território no Iraque.

A feira de Natal, local do ataque de segunda-feira (19), voltou a funcionar nesta quinta. “A decisão foi tomada em estreita coordenação com as autoridades”, afirmam os administradores.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*