Arte & Lazer, Literatura

Diademense busca patrocínio para o projeto cultural ‘Literacura’

Silva: “considero que cada poesia é uma música”. Foto: Reprodução
Silva: “considero que cada poesia é uma música”. Foto: Reprodução

O diademense João Do­mingues da Silva busca patrocínio para projeto aprovado por meio da Lei de Incentivo à Cultura, conhecida como Lei Rouanet, criada com a proposta principal de oferecer recursos financeiros a projetos artísticos. Os projetos aprovados pela legislação podem receber doações ou patrocínio de pessoas físicas

A proposta de João Do­mingues, denominada “Lite­racura”, prevê a publicação de quatro livros e duas ações formativas, como palestras, voltadas a alunos e professores.
Lavrador até os 23 anos e metalúrgico aposentado, Silva se dedica desde muito jovem à música e à escrita. “Tudo em nossa vida é cultura, as paisagens, a música, o canto dos pássaros; um jornal, os livros… Basta conhecermos bem a cultura”, afirma o escritor.

João Domingues já está com os quatro livros prontos – todos com temas focados no amor – e à espera de patrocínio cultural. “’Amor até a segunda morte’ fala de um amor impossível. ‘Tudo por amor’. Sofrer por amor deve ter uma razão e é lindo amar assim. Em ‘Primavera de paixões interrompidas’ o que era para ser um dia de felicidade vira uma tragédia e, por último ‘ Portas fechadas’. Portas se abrem e portas se fecham, no amor não é diferente”, destaca.

O AUTOR

João Domingues da Silva é casado e pai de seis filhos. Violeiro e cantador, foi lavrador até os 23 anos. Aos 10 anos compôs sua primeira musica sertaneja, baseada Tonico e Tinoco, um “arrasta pé” que se perdeu no tempo. “Ainda menino ganhei uma violinha do meu pai, a qual foi muito útil nas composições. Infelizmente, meu velho não chegou a me ver cantando mi­nhas músicas e o que ele me ensinou na violinha.”

Em julho de 1969 Silva veio para a Capital trabalhar como metalúrgico. Apesar de a música o acompanhar ao longo dos anos, foi somente ao se aposentar que se dedicou a compor. “Hoje são mais de 300”, afirma.

Entre 2014 e 2015 João Domingues escreveu seu primeiro livro, o romance “Amor Até a Segunda Morte” e de lá para cá já tem mais três obras.

“Compor músicas, poesias, escrever livros são dádivas de Deus. Considero que cada poesia é uma música; cada música uma história; cada história um passado, mas tudo não vem por acaso. Tudo vem pela graça de Deus”, ressalta.

COMO APOIAR

Há duas formas de apoiar o Literacura: doação e patrocínio. Na doação o repasse de valor é feito sem retorno de imagem ao incentivador. Pessoas físicas podem destinar até 4% do Imposto de Renda devido ao projeto cultural; já as jurídicas, até 6%. Em caso de patrocínio o incentivador se beneficia de estratégias de comunicação e pode ter sua imagem ou marca associada ao projeto.

Mais informações sobre co­mo apoiar o Literacura pelo e-mail compositor_domingues@yahoo.com.br. Conheça mais sobre o escritor e compositor no site www.compositordomingues.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*