Diadema, Política-ABC, Sua região

Diadema segue no Consórcio Intermunicipal até outubro

 

Michels participou,ontem, da reunião mensal dos prefeitos. Foto: Arquivo A presença do prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), na reunião ordinária do Consórcio Intermunicipal do ABC deve se repetir ao menos até outubro. Na reunião de ontem (01) foi a primeira vez que o verde se reuniu com os demais chefes dos Executivos da região desde que a Câmara Municipal autorizou a saída da cidade do colegiado.

Michels saiu sem falar com a imprensa, mas nos bastidores, o que se comentava é que o clima durante a reunião foi de constrangimento. Questionado sobre a participação do prefeito diademense no encontro, o presidente do Consórcio e prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), limitou-se a afirmar que foi “normal”.

“Diadema participou da reunião hoje, até porque até outubro a cidade é ente consorciada. Participou com todos os outros”, afirmou. Morando lembrou que de acordo com o regimento interno do Consórcio, a cidade tem seis meses para se desligar após a comunicação oficial. Interpelado sobre uma possível contestação dos débitos da cidade na justiça – Diadema deve cerca de R$ 10 milhões em contribuições mensais atrasadas – o tucano explicou que isso só pode ocorrer após a saída oficial do município do colegiado.

Valores

A Prefeitura de Santo André quitou à vista o débito de mais de R$ 8 milhões que tinha com o Consórcio. O pagamento foi feito para destravar empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) que a cidade aguarda para obras de mobilidade.

“Vamos voltar a discutir nova redução na contribuição dos municípios. Já fizemos um forte ajuste reduzindo de 0,50% para 0,25% da receita líquida corrente e na próxima reunião o Fabio (Palácio, secretário executivo do Consórcio) vai nos apresentar novos valores”, declarou Morando.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*