Uncategorized

Diadema oferece atividades gratuitas que melhoram bem-estar de pessoas com doenças crônicas

Fevereiro ganha novas cores para lembrar a população sobre o cuidado com algumas doenças crônicas e para a conscientização da importância do diagnóstico precoce. O mês simbolizado pela cor roxa faz referência a lúpus, Alzheimer e fibromialgia. As três doenças são consideradas crônicas, ou seja, demandam acompanhamento recorrente. As atividades físicas e mentais são aliadas para uma evolução mais lenta dessas doenças e melhora na qualidade de vida.

“A prática dessas atividades estimula os sentidos e facilita a interação social. É considerada um dos elementos não farmacológicos mais eficaz no tratamento de doenças crônicas e, comprovadamente, um fator de prevenção de doenças crônicas degenerativas”, afirmou o médico Emerson Sampaio, diretor geral do Hospital Municipal de Diadema.

o município oferece oficina de estimulação cognitiva no Centro de Convivência Municipal do Idoso (CCMI) de Diadema, que trabalha atenção e memória. “Não existem fórmulas mágicas para aumentar o nível de desempenho de memória na velhice, mas são observados ganhos objetivos após a participação em programas de treino que estimulam o aprendizado de estratégias e otimização da memorização”, ressaltou o gerontólogo e coordenador do CCMI, Tiago Nascimento Ordonez. O espaço também oferece atividades de convívio como pintura em tecido, pintura em tela, dança, ginástica, origami, bocha, buraco, truco, patch aplique, karaokê, tênis de mesa, dominó, zumba, tricô e crochê. Além do CCMI, o município conta com outros 22 Núcleos de Convivência para Idosos.

Diadema oferece ainda aulas gratuitas de natação, hidroginástica, ginástica, pilates e yoga no Clube Municipal Mané Garrincha. Nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade existem grupos educativos e de caminhada, além de consultas e medicações.

Roxo/Laranja

Fevereiro também leva a cor laranja para conscientizar sobre a leucemia, uma doença maligna dos glóbulos brancos, cujos sintomas mais frequentes são febre e suor noturno, infecções frequentes, fraqueza, sangramentos, dor em ossos e articulações, gânglios inchados e perda de peso. O diagnóstico depende de exames específicos e é fechado na rede estadual.

Saiba mais sobre cada doença

LES (Lúpus Erimatoso Sistêmico). É uma doença inflamatória autoimune que atinge articulações, tendões e pele. Os principais sinais são febre, manchas na pele, vermelhidão no nariz e nas maçãs do rosto, pequenas feridas na boca e no nariz, dor nas articulações, fadiga e cefaléias.

Alzheimer. Doença que se agrava ao longo do tempo para demência ou perda de funções cognitivas. Sintomas mais comuns são falhas de memória, confusão mental, irritabilidade e agressividade, angústia e depressão, perda de movimentos e insônia.

Fibromialgia. Distúrbio caracterizado por dor e sensibilidade generalizada, rigidez muscular, fadiga e pouco sono, sensação de formigamento em mãos e pés, dor de cabeça, tonturas, alteração da atenção, concentração e perda de memória.

 

Serviço:

Centro de Convivência Municipal do Idoso (CCMI)

Rua Paquetá, 23 – Centro.

Tel.: 4056 8484.

 

Clube Municipal Mané Garrincha

Rua dos Cariris, 195 – Piraporinha.

Tel.: 4053-3571.

Inscrições para atividades devem ser pessoalmente, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, e sábados, das 8h às 12h. É preciso levar duas fotos 3×4, documento pessoal e comprovante de residência.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*