Diadema, Minha Cidade, Sua região

Diadema dá inicio às obras de urbanização do Iguassu

Monteiro, Marivalda e Silvana, durante assinatura de contrato: “é um grande projeto”. Foto: Eberly Laurindo

A prefeita em exercício de Diadema, Silvana Guarnieri, assinou na tarde de ontem (26) a autorização de início de obras para urbanização do núcleo Iguassu. Com investimentos federais e municipais que somam R$ 7,26 milhões, serão construídas 83 moradias assobradadas, recuperadas outras 56 unidades que já estão consolidadas no local e um centro de convivência. As intervenções também contemplam obras de drenagem, contenção, pavimentação e recuperação ambiental.

Em 2012, a antiga gestão do prefeito Mario Reali (PT) chegou a dar início às obras, mas não haviam sido expedidas as licenças ambientais e a licitação precisou ser cancelada. “Não tínhamos a licença da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) e em áreas de proteção ambiental, nada pode ser feito sem essas autorizações”, explicou Silvana. “É um grande projeto e vai ser a primeira vez que conseguimos, em toda a região metropolitana, regularizar uma ocupação em área de mananciais”, completou.

O secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Eduardo Monteiro, destacou que o início das obras, sem as devidas licenças, criou uma grande expectativa na comunidade e que a participação dos moradores foi fundamental no processo. “Tivemos que refazer tudo. Nada se faz a toque de caixa e agora temos um inicio de obra dentro de tudo que é necessário”, afirmou. A empresa vencedora da licitação deve se instalar imediatamente no local para montagem do canteiro de obras.

A presidente da Associação de Moradia Iguassu, Marivalda dos Santos Dias, afirmou que a expectativa da toda a população é enorme. “Estamos há muitos anos esperando por isso. Foram muitas reuniões, muitas conversas. Primeiro chegou a água, depois a luz. Agora finalmente vão começar a fazer as moradias e as 83 famílias que estão no bolsa aluguel vão poder voltar para o seu bairro”, comemorou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*