Diadema, Política-ABC

Diadema dá início a programa de parcelamento de dívidas

O Programa de Recuperação Fiscal (Refis) da Prefeitura de Diadema, que prevê o refinanciamento de dívidas municipais para pessoas físicas e jurídicas, entra em vigor a partir desta quarta-feira (12). Com o programa, aprovado na Câmara de Diadema por meio das Leis Complementares 435 e 436, de 28 de junho e 30 de junho de 2017, respectivamente, é possível renegociar a dívida para todos os impostos municipais, exceto multas de trânsito, e ter desconto de até 100% na multa e nos juros.

Quem está em débito terá 80 dias, divididos em duas fases, para regularizar a situação. A primeira etapa, que dura 50 dias, é a mais vantajosa e vai até 30 de agosto. A segunda acontecerá de 31 de agosto a 29 de setembro.
Na primeira fase do programa, o contribuinte que optar por pagar a dívida em 12 parcelas terá desconto de 100% no valor da multa e dos juros. Quando a renegociação ficar em até 18 parcelas, o desconto será de 80% no valor da multa e dos juros. Quem optar por em 24 parcelas terá abatimento de 60% no valor da multa e dos juros

A redução para o contribuinte que deixar para fazer o acordo após esse período será menor. Na segunda fase, quem optar pelo pagamento em 12 parcelas terá 75% de desconto no valor da multa e dos juros. O parcelamento em até 18 vezes garante 60% de abatimento no valor da multa e dos juros. Já para renegociação em até 24 parcelas, a redução chega a 35% do valor da multa e dos juros.
Com o desconto, a administração pretende incentivar o contribuinte a sanar suas dívidas e ficar com a situação regularizada com a prefeitura. Caso o devedor não opte pela adesão ao Refis, poderá efetuar o pagamento a qualquer momento, porém, sem desconto.

Internet

Este ano o Refis conta com uma novidade: a quitação de débitos pela internet. O contribuinte poderá aderir ao programa acessando o Portal de Diadema www.diadema.sp.gov.br/refis para calcular seu débito, imprimir o boleto e pagar nas agências bancárias até o vencimento.
Se o contribuinte preferir, ou tiver alguma dúvida, pode aderir ao programa comparecendo pessoalmente ou através de procurador (com procuração simples) à Central de Atendimento ao Cidadão/Poupatempo munido de RG e CPF. Se o débito for de IPTU, levar cópia da certidão de matricula ou compromisso de compra e venda. Para pessoa jurídica, levar RG, CPF, cópias do contrato social, do CNPJ, número do contribuinte e carnê do IPTU (caso haja débito de IPTU).
O refinanciamento da dívida sai no ato da negociação. Honorários advocatícios e custas processuais (respectivamente, 10% e 1% do valor original) deverão ser pagos no dia do parcelamento.

Serviço – Refis, acesse: ww.diadema.sp.gov.br/refis ou presencialmente na Central de Atendimento ao Cidadão/Poupatempo, rua Amélia Eugênia, 397 – Centro. Funcionamento: segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e sábado, das 8h às 13 horas.

um comentário

  1. jorge baptista alves

    Ainda hoje, 15/03/2019 no patio de veiculos de diadema só recebem em dinheiro ou cartâo de debito no nome , e quando vc pergunta se tem outra maneira a resposta é só dessa forma senhor ! estou com um veicula la apreendido . é de trabalho esta dificio.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*