Diadema, Minha Cidade, Sua região

Diadema conclui Plano de Ação e se habilita a recursos da lei Aldir Blanc

Lei prevê auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura que tiveram suas atividades paralisadas em razão da pandemia. Foto: Thiago Benedetti/PMD
Lei prevê auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura que tiveram suas atividades paralisadas em razão da pandemia. Foto: Thiago Benedetti/PMD

A Prefeitura de Diadema cumpriu mais uma etapa da Lei Aldir Blanc ao concluir o Plano de Ação, que credencia o município a receber recursos do governo federal para auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura que tiveram suas atividades paralisadas em razão da covid-19.

O Plano foi apresentado à Câmara e aprovado pelo Conselho Municipal de Cultura e Conselho de Administração e Gestão do Fundo Municipal de Cultura. Também acatando norma da lei emergencial, o Plano de Ação foi cadastrado na Plataforma Mais Brasil.
Com a medida virão para Diadema R$ 2,622 milhões, recurso destinado aos artistas que integram os Incisos II e III da Lei Aldir Blanc. A distribuição ocorrerá da seguinte forma: R$ 850 mil vão para Manutenção dos Espaços de Cultura e, R$ 1,772 milhão, para Ações de Fomento.

Os trabalhadores da cultura do município contemplados no Inciso I da Lei – Auxílio Emergencial, no valor de R$ 600, por três meses – receberão o benefício do governo do Estado e para isto terão que fazer o cadastramento pelo link https://dadosculturais.sp.gov.br.
Para ser contemplada na Lei Aldir Blanc, outro tipo de registro que a classe artística de Diadema precisa fazer é o cadastramento municipal por meio do link http://www.diadema.sp.gov.br/parcerias/26043-cadastramento.

Disponível no site da prefeitura desde o início do mês, a iniciativa busca saber quantos moradores de Diadema vivem das artes e quem são essas pessoas. “A realização do cadastro é importante, porque, além de atender a requisito da Lei Aldir Blanc, vai mostrar o número real de artistas que atuam no município, o que eles produzem, e também servirá de base para futuras ações cul­turais na nossa cidade”, destacou a secretária de Cultura, Valquíria Pessoa.

Para que tem dificuldades em utilizar o dispositivo, o cadastramento também pode ser feito manualmente. De segunda a sexta-feira, das 10h às 12h e, das 14h às 16h, a Secretaria de Cultura – Avenida Alda, 255, Centro de Diadema – fornece o formulário físico, que depois de respondido deve ser entregue na própria secretaria. Para tirar dúvidas sobre o preenchimento ou obter mais informações estão disponíveis o telefone 4072-9321 e o e-mail secultdiadema@diadema.sp.gov.br.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*