Diadema, Política-ABC, Sua região

Diadema abre licitação para construção do Conjunto Habitacional Yamberê II, no Inamar

Nesta semana, funcionários da pasta terminaram a etapa de limpeza do terreno depois do acordo de desapropriação de dois imóveis da região. Foto: Mauro Pedroso/PMD
Nesta semana, funcionários da pasta terminaram a etapa de limpeza do terreno depois do acordo de desapropriação de dois imóveis da região. Foto: Mauro Pedroso/PMD
Concorrência pública vai contratar empresa que irá erguer 77 unidades para famílias de baixa renda de Diadema; investimento previsto é de R$ 12,1 milhões
A Secretaria de Obras, em conjunto com a Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano de Diadema, publicou edital para contratação de empresa que vai construir o Conjunto Habitacional Yamberê II, no Jardim Inamar. A licitação foi aberta nesta quarta-feira (15), com publicação no Diário Oficial.
Serão 77 imóveis novos para famílias de baixa renda e moradoras de áreas de risco, algumas delas esperando há quase 15 anos por uma unidade habitacional. Serão investidos R$ 12,1 milhões no projeto, sendo R$ 8,8 milhões de recursos da Prefeitura e R$ 3,3 milhões de aporte do governo federal.
“Estamos começando a tornar realidade um sonho que as famílias do Jardim Inamar sempre tiveram e que, por muito tempo, acharam que jamais se concretizaria. Foi um trabalho intenso da Secretaria de Habitação para regularizar o contrato e renegociar a situação com a Caixa Econômica. Vamos garantir dignidade às famílias do Jardim Inamar”, destacou o secretário de Habitação, Ronaldo Lacerda.
O projeto do Conjunto Yamberê II é de 2012, quando foi aberta licitação para construção do conjunto, que integrava o PAC Beira Rio, mas não teve andamento nos anos seguintes. Em 2021, o trabalho de regularização burocrática da obra foi restabelecido. A Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano buscou, junto à Caixa Econômica Federal e ao Ministério do Desenvolvimento Regional, regularizar a situação para que a obra pudesse sair do papel.
Nesta semana, funcionários da pasta terminaram a etapa de limpeza do terreno depois do acordo de desapropriação de dois imóveis da região. O terreno será cercado enquanto a etapa de licitação e contratação da empresa não forem concluídas.  O prazo de execução da obra é de 24 meses a partir da assinatura do contrato com a vencedora da concorrência pública. Além da construção das unidades, o projeto prevê a revitalização do conjunto Yamberê I, que foi entregue em 2011.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*