Brasileirão, Esportes, Futebol

Descontrole preocupa São Paulo contra o Vasco no Morumbi

Dorival identificou no psicológico um dos problemas do time. Foto: Dorival Rosa/Brazil Photo Press/FolhapressSe o Vasco abrir o placar hoje (19), no Morumbi, o torcedor são-paulino tem tudo para ficar preocupado. Afinal, o São Paulo é o único time deste Brasileiro que não conseguiu conquistar sequer um ponto após ficar em desvantagem no placar em algum momento durante os 90 minutos.

Em péssima fase na competição, há nove jogos sem vitória e há três rodadas na zona de descenso, tem faltado à equipe poder de reação.

Nas oito rodadas em que esteve atrás do placar, o São Paulo saiu de campo sempre derrotado. Até mesmo o lanterna Atlético-GO ganhou um ponto quando se viu atrás do marcador – justamente contra o time de Dorival Júnior, na última quinta-feira.

Vitória e Avaí, os outros dois times posicionados na zona de rebaixamento, também conseguiram ao menos um empate nessa condição.

Nessas oito derrotas, o São Paulo buscou um empate parcial em duas ocasiões, contra Corinthians, em Itaquera, e Atlético-MG, no Morumbi. Porém, não resistiu em nenhum dos duelos.

Para piorar, nas últimas duas ocasiões em que saiu à frente, o time cedeu o empate, para Fluminense e Atlético-GO, ambas em casa.
A campanha são-paulina, aliás, tem mais um ponto em comum: quando a equipe sofre um gol, não vence. Seus três triunfos repetiram placares de 2 a 0, contra Avaí, Palmeiras e Vitória.
Em preparação para seu terceiro jogo à frente do São Paulo, o técnico Dorival Júnior identificou em seu elenco uma insegurança geral.

O técnico está ciente de que o time não só costuma se desestabilizar quando leva um gol como também enfrenta dificuldade para proteger um placar parcial positivo.

Contra a Chapecoense, no domingo, seu time desmoronou no momento em que o atacante Túlio Melo fez o primeiro gol de um jogo que valia, para ambos, a fuga da zona de rebaixamento.

“Tínhamos 20 minutos para nos recuperar, mas ho­u­ve um descontrole desnecessário”, comentou Dorival. “Era questão de tempo para encaixar uma jogada.”
Além de correções táticas, a maior preocupação do treinador no momento parece ser o estado psicológico do time. “Precisamos de uma vitória para ganhar confiança”, disse o treinador.

 

SÃO PAULO x VASCO

Ár­bi­tro: Wagner Reway (MT). Estádio: do Morumbi, em São Paulo, às 21h45 (pay-per-view).

SÃO PAULO

Renan Ribeiro; Bruno, Arboleda, Rodrigo Caio, Júnior Tavares; Jucilei, Petros, Cueva; Marcinho, Pratto, Lucas Fernandes. Técnico: Dorival Júnior.

VASCO

Martín Silva, Madson, Paulão, Rafael Marques, Ramon; Jean, Bruno Paulista, Yago Pikachu, Wagner, Escudero; Thalles. Técni­co: Milton Mendes.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*