Copa Paulista, Esportes, Futebol

Décimo goleador do Azulão, Ermínio vive expectativa de encarar o Juventus

No empate em 1 a 1 contra a Portuguesa, disputado no dia 2 de setembro, Ermínio vivenciou diferentes experiências vestindo a camisa do São Caetano. Ao mesmo tempo que entrou para a história do clube e se tornou seu 10º principal goleador, o atacante recebeu o terceiro cartão amarelo na ocasião e, portanto, ficou suspenso para o duelo seguinte diante do Nacional.

Sem poder ajudar os parceiros no embate frente ao time da Capital, o artilheiro revelou a aflição que viveu ao não poder entrar em campo.

“Mesmo do lado de fora, fiquei na torcida pelos meus companheiros. Aqui criamos uma família. Quando vencemos, todos têm seu mérito, assim como, quando perdemos, a responsabilidade também se divide”, afirmou.

Sobre entrar para o seleto grupo de maiores artilheiros da história do Azulão, Ermínio ressaltou o esforço realizado para conquistar o feito.

“É importante estar na história do clube, pois essa marca é fruto de muito trabalho. Luto sempre para melhorar e alcançar os objetivos pelo São Caetano”, disse o jogador, que chegou ao Anacleto Campanella na temporada passada, após se destacar pelo Rio Preto na Série A3 do Campeonato Paulista.

Décimo maior goleador da agremiação do ABC, com 24 gols marcados, Ermínio divide o posto com César, Luan e Jô Fernandes. O principal artilheiro do Azulão é Adhemar, autor de 68 tentos em 167 partidas disputadas.

Juventus

Amanhã é dia de decisão para os comandados de Luís Carlos Martins, que enfrentam o Juventus, às 10h, no Anacleto Campanella, pela última rodada da primeira fase da Copa Paulista. Ainda sem presença garantida na etapa seguinte, o time busca ao me­nos o empate para avançar.

“Temos de encarar a partida como se fosse uma final. Precisamos buscar o resultado em todos os momentos”, afirmou Ermínio.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*