Esportes, Futebol

De volta após 12 anos, Cristiano Ronaldo assina contrato com o Manchester United

De volta após 12 anos, Cristiano Ronaldo assina contrato com o Manchester United
Cristiano Ronaldo terá o desafio de recolocar o Manchester United entre os principais clubes do mundo. Foto: Arquivo

Livre para negociar com outros clubes depois que revelou que não queria mais continuar na Juventus, o craque Cristiano Ronaldo está de volta ao Manchester United. O anúncio nas redes sociais foi feito nesta sexta-feira (27). O português chegou a ser especulado no Paris Saint-Germain e provocou rumores de que teria acertado verbalmente com o Manchester City, mas seu destino é o mesmo de onde saiu em 2009 para se transferir ao Real Madrid: o United.

Cristiano Ronaldo retorna para o clube em que começou a construir a sua trajetória de sucesso internacional. Foi pelo Manchester United, na temporada 2007-2008, que conquistou pela primeira vez o título da Liga dos Campeões da Europa e o prêmio de melhor jogador do mundo pela Fifa.

Seu desafio agora será recolocar o Manchester United entre os principais clubes do mundo. O time inglês não vence a Liga dos Campeões desde sua saída e seu último título do Campeonato Inglês foi em 2012-2013. A conquista recente mais significativa foi a Liga Europa da temporada 2016-2017 – na última edição desta competição continental, foi vice ao perder na final para o Villarreal, da Espanha.

Cristiano Ronaldo deixou a Juventus depois de três temporadas, período no qual conquistou dois títulos do Campeonato Italiano, da Copa da Itália e da Supercopa da Itália. O craque se despediu dos companheiros de elenco nesta sexta-feira. Na entrevista coletiva, o técnico Massimiliano Allegri disse que o jogador “não tinha mais a intenção de ficar”.

Revelado pelo Sporting Lisboa, Cristiano Ronaldo chegou ao Manchester United aos 18 anos, na temporada 2003-2004. Saiu seis anos depois já consagrado como um dos grandes nomes do futebol mundial, com nove títulos conquistados, incluindo três edições do Campeonato Inglês, além da Liga dos Campeões e do Mundial de Clubes da Fifa de 2008.

No Real Madrid, o português teve ainda mais sucesso internacional com mais quatro título da Liga dos Campeões e outras quatro eleições de melhor do mundo, entre 2013 e 2017. Trocou o clube espanhol pela Juventus em 2018 sendo não só o ídolo máximo da atual geração de torcedores como maior artilheiro da história do Real, com 450 gols em nove temporadas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*