Brasileirão, Esportes

De olho na liderança, São Paulo recebe o Botafogo

De olho na liderança, São Paulo recebe o Botafogo
Régis deve ficar com a vaga na defesa do Tricolor. Foto: Newton Menezes/Futura Press/Folhapress

O São Paulo pode assumir a liderança do Campeonato Brasileiro hoje (30), às 21h, contra o Botafogo, no Morumbi. A equipe tem de vencer o time carioca e esperar uma combinação de resultados de Atlético-MG e Fluminense. Ainda é preciso “secar” o Flamengo contra o Bahia, amanhã.

Com 13 pontos, o São Paulo ocupa a quarta colocação. Tem o mesmo número de Fluminense e Atlético-MG, mas perde na quantidade de vitórias, que é o primeiro critério de desempate. A ponta pertence ao Flamengo, com 14.

O São Paulo não chega à liderança do Brasileiro desde a sétima rodada da edição de 2015 do campeonato.

Para a partida contra o Botafogo, o técnico uruguaio Diego Aguirre não poderá contar com o zagueiro Eder Militão e o volante Hudson. Os dois estão suspensos. É certo que Régis vai jogar na defesa, mas o treinador não definiu o substituto no meio de campo. Os candidatos à vaga são Liziero e Petros.

Ainda existe a possibilidade de outros jogadores serem poupados pelo treinador. São os casos de Jucilei e Nenê, que seriam preservados para o clássico contra o Palmeiras, no fim de semana, no Allianz Parque. A novidade deve ser a volta de Marcos Guilherme ao ataque.

O São Paulo é o último invicto da atual edição do Brasileiro e venceu as duas últimas partidas pelo Nacional, contra Santos e América-MG.
Não perder também ampliará a sequência invicta do time para dez partidas. Se a invencibilidade for esticada por mais um jogo, o São Paulo terá sua maior série sem derrotas em seis anos.

“Depois da turbulência que tivemos no início do ano, vivemos momento maravilhoso, mas sabemos da pressão que o clube vive em relação a títulos”, comentou o atacante Diego Souza, lembrando que o São Paulo não conquista uma competição de prestígio desde a Copa Sul-Americana de 2012.

Novidade

Do outro lado, o Botafogo também precisa se recuperar, pois não vence há duas rodadas e ocupa apenas o 12º lugar. A novidade é a volta do lateral esquerdo Moisés. No meio de campo, Marcos Vinicius pode assumir a armação de jogadas ofensivas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*