Copa do Brasil, Esportes, Futebol

Cueva marca de bico, São Paulo empata e avança na Copa do Brasil

Cueva comemora o gol de empate no Frasqueirão.Foto: Rubens Chiri/SPFCO São Paulo começou a partida de ontem (15) muito nervoso, sofreu um susto, mas contou com Cueva para empatar por 1 a 1 com o ABC, em Natal, e garantir sua classificação à quarta fase da Copa do Brasil – havia vencido o primeiro jogo no Morumbi por 3 a 1.

A defesa voltou a vacilar, desta vez com menos de dois minutos de jogo, tomando o quinto gol de bola parada na temporada. Para o alívio de Rogério Ceni, Cueva voltou ao time depois de ficar de fora contra o Palmeiras e brilhou. Comandou as ações ofensivas do time e marcou, de bico, o gol de empate.

O time agora volta suas atenções para o Paulista e enfrenta o Ituano no sábado. O adversário na Copa do Brasil será conhecido em sorteio marcado para amanhã.

Como já virou regra em 2017, a defesa são-paulina não passou pela partida incólume: levou menos de dois minutos para sofrer um gol, em lance praticamente idêntico ao da partida de ida, no Morumbi. Em escanteio cobrado da esquerda, Márcio Passos subiu sozinho dentro da área e cabeceou para o fundo da rede.

Se a defesa vacilou, o São Paulo contou, como também tem sido praxe, com movimentação constante do seu ataque. O empate quase veio quando Wellington Nem completou cruzamento de Buffarini, mas a defesa do ABC tirou a bola em cima da linha
Perdendo por 1 a 0 e nervoso, o São Paulo por pouco não viu as coisas piorarem ao perder Rodrigo Caio, que saiu lesionado e deu lugar a Lyanco, que estreou na temporada.

Quem salvou o clube paulista de um pesadelo no primeiro tempo foi Denis, muito contestado pela sua atuação no clássico de domingo diante do Palmeiras. O goleiro são-paulino fez linda defesa em cabeçada de Nando – o placar de 2 a 0 classificaria o ABC, se mantido até o fim do jogo.

A “Cuevadependência” foi um assunto constante nos últimos dias no São Paulo, já que a ausência do peruano foi muito sentida contra o Palmeiras. Ontem, o camisa 10 retornou ao time e mostrou que, de fato, faz a diferença – de seus pés saiu o empate, com bonito chute de bico após assistência de Gilberto.

A marcação muito dura imposta pelo time do ABC chamou a atenção e gerou críticas de Rogério Ceni – foram muitas faltas. Assim como aconteceu na primeira partida, Cueva foi um dos principais alvos e chegou a pedir substituição no fim da primeira etapa, mas ficou em campo. Depois do desespero na primeira etapa, o time teve tranquilidade na segunda e criou chances para virar o jogo.

 

ABC 1 X 1 SÃO PAULO

Gols: Márcio Passos, ao 1, e Cueva, aos 37 minutos do 1º tempo. Árbitro: Wagner Nascimento Magalhaes. Renda: R$ 375.176 (15.016 presentes). Estádio: Frasqueirão, ontem.

ABC

Edson; Levy, Oswaldo, Cleiton e Romano (Marquinhos Caldas); Márcio Passos, Felipe Guedes, Echeverría (Dalberto) e Gegê (Caio Mancha); Erivélton e Nando. Técnico: Geninho.

SÃO PAULO

Denis; Buffarini, Lugano, Rodrigo Caio (Lyanco) e Júnior Tavares; João Schmidt, Thiago Mendes e Cícero; Wellington Nem (Luiz Araújo), Cueva (L.Fernandes) e Gilberto Técnico: Rogério Ceni.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*