Esportes, Futebol

Cuca reafirma que segue no Palmeiras: ‘Não vou sair porque o trabalho ainda vai vingar’

Cuca: “Se o time não jogou, a responsabilidade é minha”. Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras O técnico Cuca chamou a responsabilidade pela má fase vivida pelo Palmeiras e apareceu de surpresa ontem (22) no lugar de Jean, jogador que estava programado para a entrevista coletiva, na Academia. A presença do treinador foi uma resposta à principal torcida organizada do time, Mancha Alviverde, que mais cedo pedia sua saída do clube.

Pressionado, o treinador reafirmou que permanece no cargo até o final de seu contrato, em dezembro, defendeu jo­gadores e diretoria, disse que o time vai melhorar e garantiu o Verdão pelo terceiro ano consecutivo na Libertadores.

A organizada listou situações e condutas do técnico que considerou inapropriadas e chiou com a aparente falta de motivação dele na condução do trabalho.

“Fora, Cuca. Infelizmente, um grande líder não pode se omitir em momentos importantes, deve mostrar sua opinião e agir”, diz um trecho da nota da Mancha.

Cuca fez questão de defender outros nomes também criticados pela torcida, como o presidente, Maurício Galiotte, e o diretor de futebol, Alexandre Mattos.

“Em um momento desses, que é o mais difícil, é ruim deixar um jogador para responder certas perguntas”, afirmou Cuca, no início da coletiva.

“A gente ouviu muito ao longo desses dias todos: ‘de quem é a culpa?’ (Dizem que) é do presidente, que ficou 15 dias fora com a seleção, mas se ficou é porque confia no diretor de futebol e no treinador. Se estivesse aqui, não mudaria nada. Também ouve: ‘a culpa é do dirigente, porque contratou errado, isso ou aquilo’. Pode cometer erros, como eu, mas é íntegro e só faz o bem nos clubes por onde passa”, continuou Cuca.

O comandante alviverde fez questão de assumir a responsabilidade pela má fase. “Se não jogou ainda, a responsabilidade é minha. Por que ainda não saí? Não saí e não vou sair, porque o trabalho ainda vai vingar”, garantiu o comandante.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*