Brasileirão, Esportes

Cuca faz mistério para definir time que pega lanterna

Cuca manteve o mistério no treinamento de ontem. Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras

O técnico Cuca comandou ontem (6) treino em que começou a definir o Palmeiras que encara o América-MG, domingo, em Londrina (PR). Como faz normalmente, o treinador manteve mistério na escalação ao formar um time com 13 jogadores.

Erik e Leandro Pereira, que brigam por vaga no ataque, e Zé Roberto e Gabriel, que são opções no meio-campo, são as principais dúvidas deixadas pelo treinador.

Na frente, caso escolha Erik, Dudu pode jogar centralizado. Se escolher Leandro Pereira, o camisa 7 deve atuar aberto pela esquerda.

No meio, a entrada de Zé Roberto fará com que Moisés seja recuado para segundo volante. Caso o escolhido seja Gabriel, Moisés vai atuar como meia de criação.

Existe também a possibilidade de o camisa 11 alviverde ser usado na lateral esquerda na vaga de Egídio.

Cuca não vai poder contar com cinco jogadores para esse jogo: Jesus, Mina e Barrios, que defendem as seleções do Brasil, Colômbia e Paraguai, respectivamente, além de João Pedro e Prass – que, lesionados, estão fora da partida.

Certo, no entanto, é que Cuca vai poder contar com o retorno do atacante Dudu, que cumpriu suspensão na vitória alviverde sobre o Santa Cruz, em Recife, por 3 a 2.

Cuca observou de perto todo o treino técnico, em campo inteiro, e viu a vitória dos reservas pelo placar de 2 a 1.

Os titulares foram formados por Jailson; Jean, Dracena, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel, Tchê Tchê, Moisés e Zé Roberto; Dudu, Róger Guedes, Erik e Leandro Pereira.

O time volta a treinar hoje antes de viajar para Londrina. Um dia depois, a equipe fará reconhecimento do gramado do estádio do Café. Contra o Santa Cruz, no Arruda, houve reclamação sobre as condições do gramado.

“No jogo passado, o campo estava irregular, fofo, grande Provavelmente não vai ser um campo daquele tamanho, mas estamos preparados para qualquer dificuldade, para enfrentar da melhor forma possível”, disse Egídio.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*