Esportes, Futebol

Cuca aproveita Copa do Brasil para testar reservas

Allione: “Precisamos entrar com seriedade”. Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras

Ninguém esconde no Palmeiras que a prioridade é a conquista do Campeonato Brasileiro. Além disso, não há necessidade de utilização de jogadores desgastados em um confronto praticamente decidido na Copa do Brasil.

Por isso, hoje (21) à noite, no Almeidão, em João Pessoa, Cuca observará reservas alviverdes. Serão eles os responsáveis por prote­ger a vantagem de 3 a 0 construída no primeiro jogo contra o Botafogo-PB, em São Paulo, há três semanas.

É a oportunidade para jogadores como Fabiano, Arouca e Barrios mostrarem ao chefe que podem ser aproveitados com maior frequência. Eles querem ser úteis na disputa pelo título do Brasileiro e na sequência da própria Copa do Brasil.

“Vai ser importante para nós. É um jogo difícil, uma decisão, e a gente pode colocar uma dúvida na cabeça do treinador. É importante ficar com ritmo para, na hora em que o treinador precisar, a gente estar à altura do jogo”, disse Allione.

Convocado para a seleção paraguaia apesar da condição de reserva no Palmeiras, Barrios é outro que arregala os olhos para a oportunidade. Está aí porque os titulares vão ganhar descanso.

Quase todos os jogadores habitualmente escalados por Cuca nem mesmo viajaram a João Pessoa. Até o goleiro Jailson, que tem um desgaste bem menor pela posição em que atua, ficou fora da lista de 19 convocados.

Caberá aos reservas concretizar a passagem as quartas de final da Copa do Brasil. Ainda não estão definidos os cruzamentos da próxima etapa da competição, que serão conhecidos em sorteio.

“Vamos para o jogo com a mesma concentração que teríamos em uma partida do Campeonato Brasileiro. Precisamos mostrar nosso futebol e entrar com seriedade”, disse Allione.

Festa na Paraíba

A delegação do Palmeiras foi recebida com muita alegria no aeroporto de João Pessoa. Cerca de 200 torcedores apareceram pa­ra recepcionar o grupo alviverde e fazer sua festa.

Cuca foi o mais assediado, tendo o nome gritado e sendo abraçado para tumultuadas fotos. “É bom demais esse calor”, disse o meia Cleiton Xavier.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*