Editorias, Notícias, Veículos

Cruze 2020 ganha wi-fi a bordo na nova versão top de linha Premier

Cruze 2020 ganha wi-fi a bordo na nova versão top de linha Premier
Sedã repete mudanças visuais do modelo americano na linha 2020 e ganha internet wi-fi a bordo na nova versão top de linha Premier. Foto: Divulgação/GM

Depois de o Honda Civic adotar o visual de sua versão norte-americana, outro se­dã mé­­dio ga­nha mudanças importantes. Tra­ta-se do Che­vrolet Cruze, que chega à li­nha 2020 também reestilizado e traz no­­vidades, como a confi­gu­ra­ção top de linha Premier e co­ne­­xão wi-fi de alta velocidade.

Com as alterações, a Gene­ral Motors espera se manter no pódio do segmento, liderado atualmente pelo Toy­ota Corol­la – modelo que, coin­ci­dentemente, tam­bé­m deve ser renovado até o fi­nal deste ano. Se­gun­do a Fede­ra­ção Na­­cional da Distribui­ção de Veícu­­los Automotores (Fena­bra­ve), o sedã feito em Indaiatu­­ba (SP) lidera as vendas com 32 mil unidades emplacadas de janeiro a julho, contra 16 mil do Civic e 10,5 mil do Cruze.

Uma das mudanças da linha 2020, que chegará às concessionárias no próximo mês, é a introdução de um sistema de internet wi-fi na versão Premier, que vai subs­tituir o pacote LTZ. A montadora in­forma que o modelo é o “primeiro carro com wi-fi nativo a bordo” do marcado, mas esquece que outro carro da marca, o hatch Agile, ofere­ceu a conexão em uma série limi­tada – dotada de rotea­dor de internet sem fio – comercializada em 2011.

No Cruze Premier, o usuá­rio não vai precisar usar o plano de dados de seu smartphone para acessar a in­ternet. O serviço será oferecido em parceria com a Cla­­ro, que vai vender pla­nos com preços a partir de R$ 29,90. Não há como trocar de ope­radora, uma vez que o chip não pode ser substituído.

A tecnologia proporcio­na co­­nexão automática simul­tâ­­­­­­nea para até sete dispositivos e serviços conectados na tela do veículo. Para receber o sistema, o Cruze ganhou nova geração da central multimídia MyLink, com maior resolução gráfica, mais funcionalida­­des e a pos­­­sibilidade de pa­rea­men­to simultâneo por Blue­tooth de até dois celulares.

Externamen­te, o Cruze ganhou o mesmo visual que carregava nos EUA até deixar de ser produzido por lá. Na dianteira, traz mudanças no para-choque, nas luzes auxiliares e na grade frontal. Na traseira, a novidade fica por conta das lanternas, que agora extrapolam o limite da carroceria.

Tanto a versão sedã quanto a hatch Sport6 trazem mo­tor 1.4 turbo de 153 cv de potência acoplado a câmbio automático de seis marchas. O paco­te de equipamentos traz como novida­d­e a frenagem au­­to­má­tica de emer­­gên­cia com detec­ção de pedestres.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*