Esportes, Futebol

Cristiano Ronaldo vence prêmio da Fifa pela 4ª vez

Cristiano Ronaldo recebe o prêmio das mãos do presidente da Fifa, Gianni Infantino. Foto: Alexander Hassenstein/FIFAO português Cristiano Ronaldo foi eleito pela Fifa o melhor jogador do mundo de 2016. Protagonista de temporada quase perfeita pelo Real Madrid e pela seleção portuguesa, com as conquistas da Liga dos Campeões, do Mundial de Clubes e da Eurocopa (título inédito em seu país), CR7 venceu o prêmio pela quarta vez em sua trajetória e aproxima-se assim do argentino Lionel Messi, segundo colocado, que já conseguiu cinco troféus.

O vencedor recebeu 34,5% dos votos. Segundo colocado, Messi terminou com 26,4% e o francês Griezmann, o terceiro, somou 7,5%.

Ontem (9), Cristiano Ronaldo recebeu o troféu “The Best”, criado pela Fifa depois que a “Bola de Ouro” voltou a ser entregue apenas pela revista “France Football” – a qual também foi dada ao português, em dezembro do ano passado. A cerimônia de entrega ocorreu em Zurique, na Suíça, onde fica a sede da Fifa.

Além dos troféus conquistados pelo clube espanhol e pela seleção de seu país, CR7 acumulou feitos individuais na última temporada. Foi vice-artilheiro do Espanhol, com 35 gols, atrás de Luiz Suárez (40), e artilheiro da Liga dos Campeões, com 16.

Em 2008, Ronaldo venceu tanto o prêmio de “Melhor Jogador do Ano”, da Fifa, como a “Bola de Ouro”, da “France Football”. Em 2013 e 2014, o português voltaria a ser eleito o melhor do mundo, com troféus unificados.

A perseguição de Ronaldo a Messi está cada vez mais acirrada, e o português tem chances de alcançá-lo já na próxima temporada. Depois da conquista do português em 2008, Messi venceu em 2009, 2010, 2011, 2012 e 2015, abrindo distância considerável – em 2012, chegou a emplacar vantagem de 4 a 1.

Obsessão

Atleta desde criança e desde então fixado na ideia de ser o melhor, Cristiano Ronaldo se assemelha aos heróis dos épicos gregos, descritos na antiguidade pelo empenho em destacar-se, mas também pelo seu descomedimento.

Cristiano Ronaldo deixou Portugal em 2003 para jogar no Manchester United-ING, onde ficou até 2009. Em seguida, o atacante concretizou seu sonho de jogar no Real Madrid, da Espanha.

Porém, os laços com Portugal seguem firmes. Cristiano se distingue do arquirrival Messi por já ter conquistado o próprio país. Messi ainda parece precisar se provar na Argentina.

Marta

Pelo segundo ano consecutivo, a norte-americana Carli Lloyd, 34, do Houston Dash, foi eleita a melhor jogadora de futebol do mundo pela Fifa.

Para levar o prêmio, a meio-campista bicampeã olímpica (Pequim-08 e Londres-12) superou a alemã Melanie Behringer, do Bayern de Munique e da seleção alemã campeã olímpica na Rio-2016, além da maior vencedora do prêmio de todos os tempos, a brasileira Marta, do Rosengard, da Suécia.

Se não venceu, Marta teve o gosto de voltar à disputa, da qual já saiu vencedora cinco vezes consecutivas (2006/07/08/09/10), recorde tanto entre as mulheres quanto entre os homens.

Indicada 13 vezes ao prêmio, Marta havia ficado de fora da final da eleição da Fifa na temporada passada.

Para chegar ao resultado, a Fifa soma votos de capitães e treinadores de todas as seleções do mundo (50%), voto popular (25%) e de 200 jornalistas (25%).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*