Minha Cidade, Regional, Sua região

Covid-19: Diadema inicia testagem em assintomáticos e Santo André, em alunos e profissionais de educação

Inquérito sorológico realizará em Diadema ais de 13 mil testes em moradores que não apresentam sintomas. Foto: Mauro Pedroso/PMD
Inquérito sorológico realizará em Diadema ais de 13 mil testes em moradores que não apresentam sintomas. Foto: Mauro Pedroso/PMD

A Prefeitura de Diadema inicia esta semana inquérito sorológico para detecção da covid-19, em parceria com a Secretaria do Estado da Saúde e o Instituto Butantã, que objetiva testar 13.803 pessoas com mais de 18 anos de idade e que não possuem sintomas da doença.

Já a Prefeitura de Santo André dará inicio neste mês a um inquérito epidemiológico na rede de ensino. A iniciativa será uma ferramenta para retratar o atual cenário de alunos e professores que tiveram contato com o coronavírus e estão imunizados, e ajudará a pautar o município nas decisões quanto à retomada das aulas presenciais.

Na primeira fase, todos os  5 mil profissionais que atuam na rede municipal de educação de Santo André farão exames de covid-19. Na segunda etapa, estudantes das redes municipal, estadual e privada serão testados por meio de amostragem, com critérios definidos pela Secretaria de Saúde. Profissionais que atuam nas redes estadual e privada também serão testados por amostragem.

“A importância dessa testagem é para que nós tenhamos um retrato de como  está a condição de saúde dessas pessoas e a disseminação da Covid-19. É importante saber como está essa realidade entre os alunos e profissionais de educação da cidade de Santo André para pautar nossas decisões”, explicou a secretária de Educação, Gilzane Machi

A forma de cadastro para realização dos testes e o local dos exames serão divulgados nos próximos dias pela Prefeitura de Santo André.

DIADEMA   

Em Diadema, o teste avalia o porcentual da população que já teve contato com o vírus, contribuindo para analisar a situação da pandemia em nosso município e planejar ações futuras de combate ao novo coronavírus. O prazo para coleta dos exames é de 60 dias.
Nas duas primeiras semanas de setembro, 60 profissio­nais das 20 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), entre enfermeiros e técnicos de enfermagem, passaram por treinamento do laboratório HILAB, para ter acesso ao sistema de cadastro e inserção dos testes.
Os profissionais atuam em quatro pólos de testagens, localizados em unidades com maior capacidade de espaço físico. São eles: UBS ABC (referência para ABC, Canhema, Nações, Maria Tereza, Paineiras e Reid); UBS Eldorado (Eldorado, Inamar, Paulina e Ruyce); UBS Nogueira (Casa Grande, Nogueira, Nova Conquista, Piraporinha, Promissão e São José); e UBS Serraria (Centro, Conceição, Real e Serraria).

Para que os diademenses te­nham a mesma chance de realizar o teste e, em atendimento à legislação eleitoral no que se refere a divulgação e comunicação, a Secretaria de Saúde optou pela modalidade de sorteio entre as famílias cadastradas nas UBSs, realizado na semana anterior ao início da coleta.

Os agentes comunitários de saúde (ACS) entregarão o convite no domicílio do sorteado, informando que a família que foi sorteada e deverá escolher um dos membros para realizar o exame. Cada teste leva, em média, cinco minutos para ser realizado. Para isso, o profissional de saúde vai colher uma amostra de sangue por punção digital, a ser encaminhada para o laboratório.
Quem participar do inquérito saberá do resultado por aplicativo de celular. Em caso positivo, o paciente deve aguardar o contato da UBS e manter o isolamento por 14 dias, reforçando as medidas de proteção

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*