Uncategorized

Corrida de Reis de São Caetano do Sul bate recorde de participantes, com 4 mil inscritos: munícipes somam 97%

A corrida de rua mais tradicional de São Caetano chegou a 42ª edição atingindo um índice histórico de participantes. Dos 4 mil corredores inscritos na Prova de Reis deste domingo (13), 97,3% são de munícipes.

A Prova de Reis 2019 teve a realização da Prefeitura de São Caetano, por meio da Secretaria de Esportes Lazer e Juventude (Selj). Todos os atletas contaram com o suporte, além dos profissionais da Selj, das pastas de Segurança, por meio da GCM, da  de Saúde e a de Mobilidade Urbana da Prefeitura, além da Polícia Militar.

“É a maior corrida da história da cidade, pelo número de inscritos. Devido à grande procura, as inscrições se encerraram praticamente uma semana antes da data do término. Por isso, para dar oportunidade a quem não conseguiu se inscrever, a previsão é de, no ano que vem, ampliarmos o número de inscrições para 4.500”, diz Beto Vidoski, secretário da Selj e vice-prefeito.

O calendário de corridas de rua na cidade vem tomando corpo nos últimos anos. Foram seis provas em 2018, sendo a corrida de Reis a única oferecida pela Prefeitura. Segundo Vidoski, em agosto deste ano será implementada no município a segunda corrida de rua pública do município, a Corrida de São Bento, gratuita aos moradores.

CORREDORA POR PAIXÃO

Representando o caráter inclusivo da Prova de Reis, pessoas com necessidades especiais brilharam na pré-largada da corrida, às 7h55. Em seguida, às 8h, cerca de 5 mil pessoas cruzaram o tapete vermelho à altura do nº 2.300 da Avenida Presidente Kennedy e percorreram 10 km pelas ruas da cidade.

A primeira colocação masculina ficou com Raphael Magalhães Moura e, a primeira feminina, com Valéria Mello Cattaruzzi. “O meu pai corria a Prova de Reis e, quando eu era criança, eu vinha assisti-lo”, diz Raphael Magalhães, vencedor em três edições. Além da influência paterna, Raphael dedica sua vitória ao treinador, Daniel Biscola, e à equipe do Sesi, que o patrocina.

Valéria Mello, primeira colocada no ranking feminino, conta que é contadora de profissão e corredora por paixão, tanto que acabou se tornando uma influenciadora digital quando o assunto é corrida de rua. E, mesmo atingindo o melhor tempo feminino, considera-se uma atleta amadora:

“Sou maratonista, já fiz [as maratonas de] Boston, Chicago, acabei de voltar de Nova York, vou para Londres. Então, provas como a de hoje acabam sendo um treino a mais. Mas, em cada corrida de rua, dedico 100% de mim”.

Em sua terceira corrida de Reis, Gisele Pereira Alves conquistou a quarta colocação no ranking feminino. “Coleto lixo o dia inteiro, então é praticamente um treino para as provas”, diz a atleta, que é coletora de material reciclável em São Caetano do Sul há cerca de um ano e meio.

RANKING

Subiram ao pódio na 42ª Prova de Reis de São Caetano do Sul:

1º – Raphael Magalhães Moura (32:28)

2º – Jonatas Leal (33:24)

3º – Cícero Vieira de Andrade (34:17)

4º – José Marcos dos Santos (34:31)

5º – Josivaldo da Costa Silva (35:03)

 

1º – Valéria Mello Cattaruzzi (40:58)

2º – Renata A. Leite (44:24)

3º – Sandra Maria de Oliveira (45:32)

4º – Gisele Pereira Alves (45:40)

5º – Andréia Barros de Sousa (46:01)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*