Esportes, Futebol, Sul-Americana

Corinthians vence em noite de briga entre torcedores

No sacrifício, Rodriguinho comemora o primeiro gol do Corinthians na arena. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência CorinthiansO Corinthians abriu vantagem sobre a Univer­sidad de Chile na Copa Sul-Americana. O time alvinegro venceu o adversário chileno por 2 a 0 ontem (5), na Arena Corinthians. Agora, a equipe paulista pode até perder por um gol de diferença em Santiago no confronto de volta.

A partida ficou marcada por cenas lamentáveis. Torcedores chilenos entraram em confronto com corintianos antes do jogo e no intervalo. Os visitantes, que estavam no setor sul do estádio, chegaram a arrancar cadeiras e jogar nos brasileiros. A Polícia Militar interveio nas duas ocasiões. O reinício do jogo, inclusive, sofreu atraso.

O primeiro gol corintiano foi marcado por Rodriguinho na reta final do primeiro tempo. O meia corintiano marcou após entrar em campo no sacrifício. Com dores no joelho esquerdo, Rodriguinho ficou fora do último jogo contra o Botafogo. O tento saiu aos 40 minutos após pressão corintiana. Gabriel arriscou o chute de fora da área, mas Herrera rebateu; Arana completou e viu o goleiro salvar novamente; por fim, Rodriguinho empurrou para as redes.

Na etapa final, Jadson balançou a rede em chute de fora da área. O meia marcou o segundo gol após o retorno ao Corinthians – já havia feito na semana passada, na vitória por 3 a 1 sobre o Linense.

O jogo de volta, que decidirá uma vaga na próxima fase, será disputado no dia 10 de maio. Antes, o Corinthians terá decisões no Campeonato Paulista, contra o Botafogo, e na Copa do Brasil, diante do Internacional.

 

CORINTHIANS 2 x 0 UNIVERSIDAD DE CHILE

Gols: Rodriguinho, aos 40 do 1º tempo, e Jadson, aos 23 minutos da 2ª etapa. Árbitro: Darío Herrera (Argentina). Estádio: Itaquerão, em São Paulo, ontem.

CORINTHIANS

Cássio; Léo Príncipe, Bal­buena, Pablo e Arana; Gabriel e Maycon; Jadson (Pedrinho), Rodriguinho (Clayton) e Ro­mero (Camacho); Jô. Técnico: Fábio Carille.

UNIVERSIDAD DE CHILE

Herrera; Rodríguez, Vilches, Jara e Schultz; Reyes, Espinoza (Pizarro) e Lorenzetti; Rozas (Ontivero), Ubilla (Castellanos) e Mora. Técnico: Guillermo Hoyos.

 

Jadson celebra 2 a 0, mas lamenta chances perdidas no 2º tempo

O Corinthians conseguiu abrir vantagem sobre a Universidad de Chile ao vencer ontem (5) por 2 a 0 em Itaquera. Após o triunfo, o meia Jadson, autor de um dos gols, ressaltou a importância do resultado, mas lamentou chances perdidas no segundo tempo.

“A equipe da Universidad de Chile é muito qualificada, sabíamos disso. No começo do jogo, eles trabalharam bem a bola, mas fizemos o gol, crescemos na partida. Depois fizemos o segundo e perdemos duas chances. A equipe está de parabéns”, afirmou o meio-campista em entrevista à TV Globo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*