Brasileirão, Esportes

Corinthians terá voltas de Douglas, Henrique e Jadson contra o Ceará

O Corinthians embarcou ontem (3) à tarde para Fortaleza, onde vai enfrentar o Ceará amanhã, com três novidades em sua delegação. Recuperados de problemas físicos, Jadson e Henrique retornam à equipe, assim como Douglas, que cumpriu suspensão no sábado.

O trio ficou fora do empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, em Itaquera, justamente no dia de seu aniversário de 108 anos.

Marllon, Araos e Gabriel foram os substitutos nesse jogo e, agora, devem retornar para o banco de reservas.

No treino de ontem, no CT do Parque Ecológico, Ralf e Danilo Avelar não participaram das atividades no campo, mas estão relacionados para o jogo. A dupla, em princípio, foi apenas poupada.

O técnico Osmar Loss, po­rém, não definiu ainda a formação do time. O treinador pode, inclusive, dar descanso a alguns jogadores por causa da sequência difícil que o Corinthians terá pela frente, após o duelo com os cearenses.

No próximo domingo (9), o Corinthians tem o clássico com o Palmeiras, também pelo Brasileirão, no primeiro jogo das duas equipes no Allianz Parque após a final do Campeonato Paulista. Na ocasião, o time alvinegro bateu o rival alviverde nos pênaltis e foi campeão.

Diante do rival, Loss espera ter mais dois reforços, Cássio e Pedro Henrique, desfalques contra os cearenses.

Logo depois do Dérbi, na quarta-feira seguinte, o Corinthians fará, diante do Flamengo, o jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil, no Maracanã. É justamente nesse confronto que o time alvinegro espera ter força máxima, afinal, a própria diretoria não esconde que o torneio mata-mata é a prioridade após a eliminação na Libertadores.

No Brasileirão, o Corinthians é apenas o oitavo colocado, com 30 pontos, 16 a menos do que o líder São Paulo.

PRIMEIRO CONTRATO

Uma das principais promessas do time sub-17 do Corinthians, o atacante Thalisson, de apenas 16 anos, assinou ontem o primeiro contrato profissional com o clube. Dono de 100% dos direitos econômicos do atleta, o clube fechou vínculo até julho de 2021 com a joia.

“É uma sensação inexplicável. Estou sem palavras mesmo. Ainda não caiu a minha ficha. A diretoria e a comissão técnica confiaram no meu trabalho e eu sou muito grato por isso”, afirmou o atacante corintiano.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*