Brasileirão, Esportes

Corinthians tem sequência decisiva para não correr risco de rebaixamento

Corinthians tem sequência decisiva para não correr riscos de rebaixamento
O Corinthians, de Pedrinho, empatou sem gols com o Vitória no primeiro turno. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Após a derrota na final da Copa do Brasil, o Corinthians terá de concentrar todas as suas atenções na briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Nas três próximas rodadas, o clube enfrentará rivais diretos contra o descenso.

Atualmente, a equipe alvinegra ocupa a 11ª colocação com 35 pontos -quatro a mais do que o Ceará, o primeiro clube da zona de rebaixamento. O time cearense, porém, tem um jogo a menos e enfrentará o Cruzeiro na próxima quarta-feira, no Mineirão, pelo complemento da 28ª rodada.

O primeiro dos três compromissos decisivos que o Corinthians tem será no próximo domingo (21), quando encara o Vitória, no Barradão, em Salvador. Seis dias depois, o adversário será o Bahia em duelo marcado para o Itaquerão. A sequência será encerrada no dia 4 de novembro no duelo contra o Botafogo.

Os três rivais estão atrás do Corinthians na tabela de classificação. O time carioca é o 12º colocado com 35 pontos, mesma pontuação corintiana, que leva vantagem no número de vitórias (nove a oito). O Bahia vem logo atrás com um ponto a menos, enquanto o Vitória tem 32 pontos.

Em 2007, quando foi rebaixado para a Série B, o Corinthians somava 34 pontos nesta mesma altura do campeonato. O time, porém, ocupava o 18º lugar. A meta corintiana é chegar aos 46 pontos. Desde 2006, quando o Brasileiro passou a ser disputado por 20 clubes em pontos corridos, nunca um time com essa pontuação foi rebaixado.

A média de pontos do 17º colocado (o primeiro na zona de rebaixamento) nesse período é de 42 pontos. “Lógico que preocupa. Estamos a quatro pontos da zona de rebaixamento. Temos sete, oito finais pela frente”, disse o presidente Andrés Sanchez após a derrota para o Cruzeiro por 2 a 1, na quarta-feira (27), no Itaquerão, pela segunda partida da final da Copa do Brasil.

 

Corinthians minimiza declarações de agente de Pedrinho após gol anulado

Pessoas ligadas ao Corinthians minimizaram as declarações do agente do meia-atacante Pedrinho após o gol anulado do atleta na final da Copa do Brasil. Will Dantas disse que o episódio ocorrido na decisão contra o Cruzeiro “foi a gota d’água” e indicou a saída do jogador do clube alvinegro.

A diretoria corintiana viu exagero na manifestação do empresário nas redes sociais. O clube entende que Pedrinho só sairá do Corinthians caso haja o pagamento da multa contratual de € 50 milhões (R$ 213 milhões).

Will Dantas disse que Pedrinho tem três propostas de times de ponta do futebol europeu. Segundo o agente, o interesse aumentou depois das últimas atuações do meia-atacante.

Mais cedo, no Instagram, o agente indicou que Pedrinho não vestiria mais a camisa do Corinthians, clube que o revelou para o futebol – o jogador está no time profissional desde o começo da temporada passada.

“É muito difícil trabalhar em um país de desonestos como esse Brasil, onde as pessoas fazem o que querem e fica por isso mesmo, país de ‘entendidos’ e safados. Queria aqui de coração deixar meu agradecimento a essa enorme torcida do Corinthians que sempre esteve ao nosso lado, nunca esqueceremos de vocês”, escreveu.

Pedrinho entrou em campo na etapa final e logo foi às redes do Cruzeiro. No lance, o meia-atacante arriscou um chute colocado de longe e venceu o goleiro Fábio. Porém, o árbitro Wagner Nascimento Magalhães anulou o gol após consultar o VAR – o juiz apontou falta de Jadson em Dedé.

Com a vitória por 2 a 1 em Itaquera, o Cruzeiro conquistou o hexa da Copa do Brasil. O time mineiro já havia vencido o Corinthians por 1 a 0 no Mineirão na partida de ida.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*