Esportes, Futebol, Paulistão

Corinthians pragmático inicia mata-mata contra o Botafogo em Ribeirão Preto

Para Jadson, defesa sólida e ataque regular também eram características do time dirigido por Tite. Foto: Marco Galvão/Fotoarena/FolhapressJadson, 33 anos, é rápido para citar a pontuação do Corinthians na primeira fase do Paulista: 24. Um a menos do que o Palmeiras, dono da melhor campanha. O time disputou três clássicos, com duas vitórias e um empate.

“Pelos reforços das outras equipes, a nossa foi considerada a quarta força do Estado. Talvez (o Corinthians) seja no papel, mas já provou nos resultados que não é assim”, disse o meia.

Quando Jadson deixou o Parque São Jorge e assinou com o Tianjin Quanjian, em dezembro de 2015, o Corinthians era o campeão brasileiro e dirigido por Tite. Um ano depois, ao retornar, Fabio Carille era efetivado como técnico de um elenco em reformulação e sem astros.

Jadson abandonou a China no meio do contrato para ser uma das referências corintianas. Não só para a torcida, mas para os garotos do elenco. Isso aconteceu também por acreditar que, com ou sem reformulação, a equipe tem condições de conquistar títulos nesta temporada.

O Corinthians enfrenta o Botafogo hoje (1º), às 18h30, em Ribeirão Preto, pelas quartas de final do Paulista. Apesar das ressalvas, Jadson vê a imagem da equipe hoje parecida com a dos tempos de Tite. Uma defesa sólida e um ataque regular. Com nove gols sofridos, é o segundo time menos vazado. Perde só para o Palmeiras, com oito.

O meia tem a explicação para isso: Carille trabalhou com Tite e aprendeu a liderar a equipe no mesmo estilo dele. De certa forma, o Corinthians de Carille não é tão diferente do time de Tite. Para Jadson, o time nunca foi a quarta força. Por que seria agora?

“Com nosso time em formação, importa mais o resultado do que o desempenho. Claro que o torcedor gosta das duas coisas, mas no futebol interessam os três pontos”, avaliou Jadson.

 

Rodriguinho é dúvida para a partida; Clayton viaja a Ribeirão e pode estrear

Uma das peças centrais do meio campo alvinegro, Rodriguinho sofre com dores no joelho esquerdo e pode desfalcar o Corinthians no duelo de hoje (1º), contra o Botafogo, às 18h30, em Ribeirão Preto, no jogo de ida das quartas de final do Paulista. A partida de volta ocorre no dia 9, na Arena Corinthians.

Apesar de estar relacionado para a partida, Rodriguinho ainda será avaliado momentos antes de a bola rolar para saber se poderá jogar. Caso seja vetado, Camacho é quem vai completar o meio de campo.

Clayton

Reforço para o setor ofensivo, o atacante Clayton, ex-Atlético-MG, seguiu com a delegação alvinegra para Ribeirão Preto e é uma das opções do técnico Fábio Carille para o jogo de hoje. É provável que o jogador ganhe oportunidade na etapa final para se entrosar.

 

BOTAFOGO X CORINTHIANS

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza. Estádio: Santa Cruz, em Ribeirão Preto, às 18h30 (pay-per-view)

BOTAFOGO

Neneca; Samuel Santos, Matheus Mancini, Gualberto, Fernandinho; Bileu, Marcão Silva, Diego Pituca, Rafael Bastos; Francis, Marcão. Técnico: Moacir Júnior.

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo, Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Romero, Camacho, Jadson; Jô. Técnico: Fábio Carille.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*