Brasileirão, Esportes

Corinthians mostra reação, bate Sport e mantém sonho de vaga na Libertadores

Corinthians mostra reação, bate Sport e mantém sonho de vaga na Libertadores
Jô comemora o terceiro gol do Corinthians na Neo Química Arena. Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Após a goleada por 4 a 0 sofrida diante do rival Palmeiras, o Corinthians mostrou reação e derrotou o Sport, nesta quinta-feira (21), por 3 a 0, na Neo Química Arena, em duelo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o time do técnico Vagner Mancini chegou aos 45 pontos, na oitava colocação, e ainda sonha em brigar por uma vaga na Copa Libertadores. Já os comandados de Jair Ventura permanecem com 32 pontos, no 16º lugar, e seguem preocupados em fugir da zona de rebaixamento.

Os times começaram a partida usando suas características principais. O Corinthians concentrou suas jogadas pelo lado direito com Fagner, enquanto o Sport apostou mais uma vez nos contra-ataques. Foi desta forma que as equipes conseguiram criar suas principais jogadas. O Sport levou perigo para Cássio em uma arrancada de Patrick e outra com Dalberto.

Porém, foi o Corinthians o dono dos primeiros 45 minutos, com três boas chances desperdiçadas por Fagner, Mateus Vital e Gustavo Mosquito. O destaque foi Cazares, o melhor em campo, com várias jogadas de efeito.

Aliás, foi do equatoriano a assistência para o único gol da primeira etapa, marcado por Gustavo Mosquito, aos 34 minutos. Foi o quinto passe para gol de Cazares no Brasileiro. O atacante marcou seu terceiro gol.

Apesar da vantagem no placar, o Corinthians apresentou alguns problemas no setor defensivo, que não contou com Gil, suspenso. Em uma das falhas, Sander quase empatou ao desviar levantamento do lado esquerdo.

A etapa final começou e o segundo gol corintiano surgiu logo a um minuto, após bela jogada individual de Mateus Vital. Foi o quarto dele no campeonato. Se estava difícil para o Sport, ficou ainda pior. Todo o plano de trabalho de Jair Ventura foi jogado fora. A noite não foi de boas notícias para o treinador – que, momentos antes do jogo, ficou sabendo que não poderia contar com o atacante Hernane Brocador, que havia testado positivo para covid-19.

Em desvantagem no placar, o Sport foi para o ataque e o Corinthians aceitou a pressão do rival. Patrick e Thiago Nunes tentaram surpreender Cássio, mas não tiveram sucesso. A vontade ofensiva deixou espaços atrás.

Gustavo Mosquito e Mateus Vital (três vezes) tiveram chance de ampliar a vantagem corintiana. Essas chances serviram para tirar o ímpeto do time pernambucano e tranquilizar os paulistas, que somaram a sexta vitória em seis jogos contra o adversário na Neo Química Arena.

Ainda houve tempo para que o principal goleador do Corinthians deixasse sua marca. Jô, com pouca participação no jogo, aproveitou belo passe de Fagner para marcar o sexto gol no campeonato.

 

CORINTHIANS 3 X 0 SPORT

Gols: Gustavo Mosquito, aos 34 minutos do primeiro tempo. Mateus Vital, a 1, e Jô, aos 34 minutos da segunda etapa. Árbitro: Anderson Daronco (RS). Estádio: Neo Química Arena, em Itaquera.

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Jemerson (Marllon), Bruno Méndez e Fábio Santos; Camacho (Cantillo), Ramiro (Xavier), Mateus Vital (Everaldo) e Cazares; Gustavo Mosquito (Léo Natel) e Jô. Técnico: Vagner Mancini.

SPORT

Luan Polli; Raul Prata (Ewerthon), Iago Maidana, Adryelson e Sander; Marcão Silva (Gustavo Oliveira), Ronaldo Henrique (Bruninho), Betinho (Ricardinho) e Patric; Thiago Neves e Dalberto (Mikael). Técnico: Jair Ventura.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*