Esportes, Futebol

Corinthians fica perto de acerto com Drogba e Jadson

O Corinthians prepara duas surpresas para a Fiel que prometem tornar mais esperançoso o desanimado torcedor alvinegro, ainda incomodado com a péssima temporada do time no ano passado. São dois reforços de peso: o atacante marfinense Didier Drogba e o meia Jadson, campeão brasileiro pelo Corinthians em 2015.

Com esses nomes, a Fiel, que andava desacreditada, passa a imaginar um “Dream Team” (time dos sonhos) para o Corinthians em 2017. São dois craques, apesar da idade avançada de ambos.

Ao ex-jogador do Chelsea, de 38 anos, o Corinthians enviou ontem (12) proposta oficial para um vínculo de uma temporada. Drogba gostou da ideia de jogar no futebol brasileiro, principalmente porque está sem clube desde que deixou o Montréal Impact, equipe canadense que disputa a Major League Soccer (MLS), nos Estados Unidos.

Segundo fontes ligadas à direção do Corinthians, o marfinense reduziu de forma sensível sua pedida inicial e ficou próximo da realidade financeira do clube do Parque São Jorge.

O negócio só se tornou possível por causa da associação de empresas a um projeto de marketing em troca da exploração da imagem de Drogba. Nas redes sociais, a Fiel mostrou entusiasmo e enviou mensagens ao marfinense. Os torcedores criaram frases específicas, como “Vem pro Corinthians” e sua versão em inglês: “Come to Corinthians, Didier”.

No caso de Jadson, o diretor de futebol Flávio Adauto disse que o meia de 33 anos conseguiu sua liberação do Tianjin Quanjian e está bem perto de fechar. O atleta, porém, negou que o vínculo já tenha sido quebrado, a despeito do desejo de voltar.

Kazim concedeu entrevista ao lado de seus filhos. Foto: Agência Corinthians

Kazim diz que jogar no clube é a realização de um sonho

O atacante inglês de cidadania turca Colin Kazim, 31 anos, foi apresentado pelo Corinthians ontem (12). Em português, apesar da dificuldade com palavras específicas, Kazim mostrou felicidade grande pelo contrato firmado por duas temporadas. Carismático, posou ao lado dos dois filhos e contou com a ajuda da esposa brasileira como tradutora.

“Jogar aqui, em um grande time, é um sonho. O Corinthians é ainda maior. É meu sonho. Meu pai sonhou com isso porque adora o futebol brasileiro. Nasci em Londres, nasci em um lugar ruim, para vir jogar no Corinthians. Nenhuma pessoa pode sonhar com isso. É incrível”, declarou Kazim.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*