Brasileirão, Esportes, Futebol

Corinthians escapa de perder mandos, mas é multado por uso de sinalizadores

Uso de sinalizadores na Arena tem sido recorrente. Foto: ArquivoA recorrência do uso de sinalizadores entre torcedores corintianos segue a trazer problemas para o clube. Em dois julgamentos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), sendo o primeiro na quinta-feira e o segundo ontem (23), o clube acabou absolvido no segundo depois de ser punido no primeiro – terá de pagar multa de R$ 40 mil.

Denunciado no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) – não prevenir e reprimir as desordens de torcedores –, o Corinthians correu risco de perder dez mandos no Campeonato Brasileiro, pena má­xima prevista e que foi solicitada pela procuradoria. Na sessão de ontem, referente a jogo contra o Santos, o clube acabou livre de punições.

No caso, representado pelo advogado João Zanfolin, o tribunal entendeu que o Corinthians cumpriu com o que exige o CBJD. Os torcedores que portavam sinalizadores foram identificados na ocasião e encaminhados ao Juizado Especial Criminal (Jecrim).

Na sessão de quinta-feira, o Corinthians havia sido multado em R$ 40 mil pela ação de seus torcedores no Serra Dourada, palco de jogo contra o Atlético-GO, no dia 28 de maio.

Há pouco mais de um mês, o clube havia emitido nota sobre o tema e relatou que já havia pago R$ 110 mil em multas pelo mesmo motivo. Desde então, a fiscalização na Arena Corinthians se tornou mais rigorosa, mas não estancou a ação dos torcedores organizados. No início da semana, o lateral Guilherme Arana chegou a publicar vídeo em que acendia sinalizador na arquibancada de um jogo de futsal.

Orientada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a arbitragem é obrigado a interromper todos os jogos quando algum torcedor acende um sinalizador na arquibancada.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*