Esportes, Futebol

Corinthians conquista a Copinha pela décima vez

Com seus 1,95 m de altura, o atacante Carlinhos precisou de duas jogadas para garantir o décimo título do Corinthians na Copa São Paulo de Futebol Júnior, ontem (25), diante do Batatais. O clube é o maior vencedor da competição seguido pelo Fluminense, que tem cinco.

Esguio, o centroavante marcou o primeiro gol e deu o passe para o segundo na vitória por 2 a 1 no Pacaembu.
Antes mesmo de o jogo começar, os mais de 34 mil presentes mostraram a confiança depositada no atleta, que terminou o torneio como artilheiro, com 11 gols. Seu nome foi o mais comemorado quando anunciado pelos alto falantes.

Corintianos comemoram título obtido em campanha com 100% de aproveitamento. Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Aos 39 minutos do segundo tempo, Carlinhos recebeu cruzamento de Marquinhos e aproveitou sua estatura para cabecear e abrir o placar da partida que se encaminhava para os pênaltis. Três minutos mais tarde, retribuiu com um passe que deixou Marquinhos na cara do goleiro Gerson para ampliar. Aos 44, Douglas Pote diminui para o Batatais.

“É uma emoção inexplicável, fazer o gol e deslanchar na artilharia. Fizemos a melhor campanha, ganhamos todos os jogos”, afirmou Carlinhos na saída do gramado.

Nascido em 1997, em Jaú, Interior de São Paulo, o centroavante de 19 anos impressionou durante a competição pela sua habilidade e a facilidade para finalizar. As atuações chamaram atenção do técnico do profissional, Fábio Carille, que pediu sua promoção para o time principal.

“Estou pronto para atender o Carille da melhor maneira possível”, garantiu.

No ano passado, Carlinhos até treinou entre os profissionais, mas não teve chance de atuar em um jogo oficial. Em 2017, disputará uma vaga com Kazim e Jô.

Com 30 gols marcados e sete sofridos, o campeão encerrou a Copa São Paulo com 100% de aproveitamento.
Embora tenha ficado com o vice-campeonato, os jogadores do Batatais parecem não ter se importado com a derrota. Assim que o confronto acabou, a equipe comemorou a segunda colocação como se tivesse vencido o título. Os torcedores corintianos, inclusive, aplaudiram os atletas do clube do Interior paulista.

“De que jeito não vou ficar orgulhoso com o segundo lugar da Copa São Paulo? Nas condições que nós tínhamos chegar tão longe assim é para comemorar”, disse o goleiro Gerson.

Antes de ir para o vestiário, o jogador atendeu aos pedidos de torcedores corintianos, que queriam ver a medalha de prata. Durante a tietagem, ouviu o canto “doutor, eu não me engano, o Batatais é corintiano”.
Essa foi a primeira vez que a equipe chegou à final da Copinha. Convidado às pressas pela Federação Paulista de Futebol para participar, o time teve menos de um mês de preparação.

 

Técnico está ansioso para se juntar a Fábio Carille no time profissional

 

Responsável por conduzir o Corinthians à final das últimas quatro edições da Copa São Paulo de Futebol Júnior, Osmar Loss não estará na decisão do ano que vem, ainda que a equipe chegue a ela. O clube pretende integrá-lo à comissão técnica do time profissional, liderada por Fábio Carille, algo que aguarda com inquietação.

“Minha carreira sempre foi pautada pelo objetivo de chegar ao profissional, mas não tem nada oficial ainda”, desconversou Loss. “Já respondi tanto sobre esse assunto que estou ansioso para que o convite chegue logo”, prosseguiu.

Soberania

Enquanto a transição não é oficializada, Loss vibra com mais uma campanha vitoriosa na Copinha. Graças à trajetória de 100% de aproveitamento, o Corinthians chegou ao décimo triunfo na competição, soberania total.

“Éramos o maior vencedor da Copinha. Agora, chegamos a quatro finais consecutivas. É gratificante (participar disso)”, sorriu Loss.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*