Economia, Notícias

Copom faz 1º reunião do ano com expectativa de novo corte na Selic

Copom faz 1º reunião do ano com expectativa de novo corte na Selic
BC iniciou em julho o atual ciclo de cortes com quatro reduções de 0,5 ponto porcentual cada. Foto: Arquivo

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) realiza hoje (4) e amanhã a primeira reu­nião deste ano para definir a taxa básica de juros da economia, a Selic, atualmente em 4,5% ao ano. O mercado espera nova redução de 0,25 ponto porcentual, para 4,25% ao ano.

No final de julho, o Copom iniciou o atual ciclo de cortes com quatro reduções de 0,5 ponto porcentual cada (em julho, se­tembro, outubro e dezembro).

Na última edição do boletim Focus, pesquisa realizada pelo BC, a maioria das institui­ções financeiras previu que a Se­lic deve ser reduzida para 4,25% na próxima reunião, per­ma­necer nesse nível até de­zembro e só subir em 2021.

No entanto, a alta do dólar ocorrida nos últimos dias e a aceleração da inflação de alimentos, como a carne, no final do ano passado podem fazer o Copom manter os juros básicos e esperar um pouco mais para promover novo corte.

ENTENDA

A taxa básica de juros é o principal instrumento do BC para alcançar a meta de inflação definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Neste ano, a meta é de 4%, com tolerância de 1,5 ponto por­centual (entre 2,5% e 5,5%).

Para as instituições pesquisadas pelo boletim Focus, a inflação calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve encerrar 2020 abaixo do centro da meta, em 3,47%, mesmo com a alta recente da carne.

Ao reduzir a Selic, a ten­dência é diminuir os custos do crédito e incentivar produção e consumo. Para cortar a ta­xa básica, o Copom precisa es­tar seguro de que os preços es­tão sob controle.

Quando o Copom aumenta a Selic, a finalidade é conter a demanda aquecida, o que causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*