Economia, Notícias

Consumidor da região vai gastar R$ 425 com ceia de Natal

Mais da metade das famílias do ABC (52%) pretendem fazer a ceia de Natal na casa de parentes e amigos este ano e parcela semelhante (51%) pro­mete gastar R$ 425, em média, com o jantar. O resultado faz parte de levantamento paralelo à Pesquisa de Intenção de Compra (PIC) realizado pela primeira vez este ano pela Universidade Metodista de São Paulo. Uma ceia entre R$ 201 e R$ 500 é a intenção de 52% dos entrevistados. Acima de R$ 500 é a pretensão de gasto de 22% e apenas 9% disseram que vão chegar a só R$ 100. Do total de 573 entrevistados na PIC de Natal, 51% afirmaram que pretendem gastar a mesma quantia do ano passado, 36% vão desembolsar mais do que em 2018 e 13%, menos. Três quartos dos entrevistados (74%) afirmaram que o jantar de Natal da família deverá conter ave assada (chester e peru), 69% citaram frutas diversas, 66% pretendem servir carne assada (pernil) e 60%, o tradicional panetone. Apenas 18% citaram peixe como item importante da ceia natalina. n PRESENTE Segundo a tradicional PIC de Natal, o preço médio que consumidores da região estão dispostos a pagar por presente na data é de R$ 132, com queda real (descontada a inflação) de 21,5% em comparação a 2018. Os gastos totais de uma família (mais de um presente) chegarão a R$ 406 em média, ou queda real de 4%. Em movimentação co­mer­cial, a Pesquisa de Intenção de Compra – que é realizada pelo Observatório Econômico da Metodista – estima para os sete municípios giro com presentes de aproximadamente R$ 286 milhões, queda real de 4% em relação os R$ 291 mi­lhões projetados de 2018. O gasto mais comedido com o Natal é atribuído pela Metodista à conjuntura de lenta recuperação da economia da região. (Reportagem Local)
Sete em cada dez moradores do ABC vão servir frutas durante a ceia de Natal. Foto: Divulgação

Mais da metade das famílias do ABC (52%) pretendem fazer a ceia de Natal na casa de parentes e amigos este ano e parcela semelhante (51%) pro­mete gastar R$ 425, em média, com o jantar. O resultado faz parte de levantamento paralelo à Pesquisa de Intenção de Compra (PIC) realizado pela primeira vez este ano pela Universidade Metodista de São Paulo.

Uma ceia entre R$ 201 e R$ 500 é a intenção de 52% dos entrevistados. Acima de R$ 500 é a pretensão de gasto de 22% e apenas 9% disseram que vão chegar a só R$ 100. Do total de 573 entrevistados na PIC de Natal, 51% afirmaram que pretendem gastar a mesma quantia do ano passado, 36% vão desembolsar mais do que em 2018 e 13%, menos.

Três quartos dos entrevistados (74%) afirmaram que o jantar de Natal da família deverá conter ave assada (chester e peru), 69% citaram frutas diversas, 66% pretendem servir carne assada (pernil) e 60%, o tradicional panetone. Apenas 18% citaram peixe como item importante da ceia natalina.

PRESENTE

Segundo a tradicional PIC de Natal, o preço médio que consumidores da região estão dispostos a pagar por presente na data é de R$ 132, com queda real (descontada a inflação) de 21,5% em comparação a 2018. Os gastos totais de uma família (mais de um presente) chegarão a R$ 406 em média, ou queda real de 4%.

Em movimentação co­mer­cial, a Pesquisa de Intenção de Compra – que é realizada pelo Observatório Econômico da Metodista – estima para os sete municípios giro com presentes de aproximadamente R$ 286 milhões, queda real de 4% em relação os R$ 291 mi­lhões projetados de 2018.

O gasto mais comedido com o Natal é atribuído pela Metodista à conjuntura de lenta recuperação da economia da região.

um comentário

  1. As dicas são ótimas!
    Em Salvador na Bahia indico e recomendo o Porção Mágica Restaurante, que há 6 anos entrega ceias maravilhosas para seus clientes.
    Em porções de 1k a ceia atende do solteiro a famílias enormes.
    Converse com a equipe que atua desde 2010 em Salvador preparando delicias sem temperos industriais.
    https://www.instagram.com/porcaomagicassa/
    Zap (71)9 9133-1601

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*