Política-ABC, Regional

Consórcio discute desenvolvimento de política habitacional para o ABC

Grupo de Trabalho Habitação projeta calendário  de atividades com cursos, oficinas e pesquisa de campo. Foto: Divulgação/Consórcio ABCO Diagnóstico Habitacional Regional, produzido pelo Consórcio Intermunicipal Grande ABC e pela Universidade Federal do Grande ABC (UFABC), será a base de um projeto para a gestão da política habitacional das sete cidades a ser desenvolvido ao longo deste ano. O estudo foi debatido pelo Grupo de Trabalho (GT) Habitação, durante reunião realizada nesta sexta-feira (17).

 Apresentando no segundo semestre de 2016, o diagnóstico apontou um déficit de 230 mil moradias na região. Para a continuidade do trabalho, estão previstos cursos, oficinas e trabalho de campo envolvendo integrantes do GT, técnicos e gestores das prefeituras e do Consórcio, professores e pesquisadores da UFABC, informou a coordenadora do estudo pela universidade, Rosana Denaldi.

 “É necessário nivelar conceitos e metodologias entre todos os municípios da região, de forma a aumentar a capacidade institucional e administrativa de cada cidade”, afirmou a professora universitária.

 O calendário de atividades neste ano prevê ainda ações de apoio à regularização fundiária e a elaboração de uma estratégia regional para o enfrentamento do problema habitacional.

 O secretário executivo do Consórcio, Fabio Palacio, destacou a relevância da produção de informações sobre déficit e precariedade habitacionais para a elaboração de estratégias regionais. “A base de dados disponibilizada pelo diagnóstico é fundamental para o desenvolvimento do programa de habitação regional, assim como a capacitação dos gestores e quadros técnicos dos municípios”, disse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*