Minha Cidade, Regional, Sua região

Consórcio define para 1º de março retomada das aulas na rede pública do ABC

Consórcio define para 1º de março retomada das aulas na rede pública do ABC
Prefeitos se reuniram para a primeira assembleia geral de 2021. Foto: Helber Aggio/PSA

Os sete prefeitos do ABC participaram, nesta terça-feira (12), da primeira assembleia geral ordinária deste ano do Consórcio Intermunicipal. Durante a reunião, os governantes municipais deliberaram, em consenso e com base no cronograma de vacinação contra a covid-19, o início da retomada das aulas presencias na região.

Conforme definido pelos prefeitos, o retorno das aulas presenciais vai ocorrer em duas etapas. A retomada terá início em 18 de fevereiro na rede privada e em 1º de março nas escolas públicas.

Para a volta das aulas, devem ser seguidos todos os protocolos sanitários e de segurança que constam da fase amarela do Plano São Paulo, definido pelo governo do Estado, incluindo controle de público, rodízio de alunos e distanciamento social. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o ABC acumula 100.322 casos e 3.588 mortes por covid-19 desde o início da pandemia.

Participaram da reunião o presidente do Consórcio e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB); os prefeitos de São Bernardo (Orlando Morando, PSDB), Diadema (José de Filippi Júnior, PT), Mauá (Marcelo Oliveira, PT), Ribeirão Pires (Clovis Volpi, PL) e Rio Grande da Serra (Claudio Melo, o Claudinho da Geladeira, Podemos), bem como o prefeito interino de São Caetano, Tite Campanella (Cidadania).

O presidente do Consórcio destacou a necessidade de discutir de maneira colegiada a logística da vacinação contra a covid-19 e a retomada das aulas na região. “A deliberação dos prefeitos da região sobre a volta às aulas considera o início da vacinação contra a covid-19. O ABC está totalmente preparado para receber as doses e iniciar a aplicação da vacina. As cidades somente aguardam a definição por parte dos governos estadual e federal para começar o processo”, afirmou Paulo Serra.

Em caso de atraso nas datas previstas para o início da vacinação ou de reclassificação da região no Plano São Paulo, os prefeitos deverão se reunir em assembleia extraordinária para deliberar sobre a manutenção das datas definidas para retorno das aulas.

Considerando a continuidade da pandemia, os prefeitos dos sete municípios também mantiveram a gratuidade nos transportes para pessoas com idades entre 60 e 64 anos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*