Esportes, Futebol, Sul-Americana

Conmebol quer árbitro de vídeo na Libertadores e na Sul-Americana

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou ontem (5) que foi liberada pela Fifa para testar o árbitro de vídeo nas Copas Libertadores e Sul-Americana. O plano é testar o recurso a partir das quartas de final dos dois torneios.

A Conmebol recebeu a liberação após pedido feito pelo presidente Alejandro Domínguez. No início do ano, a Fifa celebrou acordo com a International Board para que os testes fossem realizados a partir da temporada 2017/18 da Europa, que começa no segundo semestre, coincidindo com as quartas da Libertadores.

O recurso tem sido testado desde o último ano e conta com incentivo da Fifa. O presidente Gianni Infantino disse recentemente que pretende usar o recurso na Copa de 2018.

Os testes já realizados já provocaram polêmicas, como na semifinal do Mundial de Clubes de 2016 entre Atlético Nacional e Kashima Antlers, quando houve demora para marcação de um lance com interferência do VAR. Na ocasião, o jogo continuou normalmente por mais de um minuto até o húngaro Viktor Kassai apontar o centro da área do Atlético Nacional sinalizando a penalidade.

No amistoso entre França e Espanha o teste foi considerado um sucesso. Dois lances exigiram consulta do árbitro alemão Felix Zwayer ao assistente de vídeo. Griezmann, da França, anotou gol em jogada irregular e, após o tento ter sido validado, o juiz verificou com o responsável pelas imagens, que recomendou a anulação. Depois, Deulofeu balançou a rede e o bandeirinha viu impedimento. O árbitro de vídeo avisou que o espanhol estava em condição legal, e o segundo gol dos espanhóis no duelo foi validado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*