Minha Cidade, Sua região

Concurso convida alunos a serem arquitetos espaciais

Como seria viver em uma estação espacial do futuro? A NASA (Agência Espacial Americana) convida os 252 mil alunos da rede estadual do ABCD a desenvolverem projetos detalhados de estações espaciais futuristas e assentamentos orbitais como casas permanentes e até mesmo elaborar jogos e esportes que podem ser praticados em gravidade zero. Podem participar estudantes com, no máximo, 18 anos de idade.

Para concorrer, alunos do Ensino Fundamental I devem produzir um desenho. Os demais ciclos devem apresentar os projetos de construção detalhada em forma de pesquisa, ensaios literários e até mesmo maquetes. O intuito é que, por meio da pesquisa, os alunos possam desenvolver sua criatividade e interesse pela área de ciência e tecnologia. Os trabalhos devem ser enviados até 1º de março de 2017.

Para incentivar alunos da rede a se inscreverem, no início do mês o pesquisador da NASA Ivan Gláucio Paulino esteve em Marília na E.E Professor Amílcare Mattei, onde estudou na adolescência, para engajar os alunos a participarem da ação e enviarem os seus projetos. Se tudo der certo, esta será a primeira vez que escolas públicas participam da ação.

Todos os trabalhos inscritos receberão um certificado de participação. O melhor trabalho na categoria geral receberá um prêmio no valor de 3 mil dólares e a oportunidade de apresentar o trabalho na Sociedade Espacial Americana, nos Estados Unidos.

Jovens cientistas

Na rede estadual, o gosto pelo estudo das estrelas e do espaço sideral só cresce. O interesse pela astronomia levou mais de 1,2 mil alunos a conquistarem medalhas na edição de 2016 da Olimpíada Brasileira de Astronomia. A unidade E.E Glauber Rocha, de Guarulhos, foi a recordista da rede com a conquista de 108 medalhas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*