Editorias, Mundo, Notícias

Comissariado da ONU pede cessar-fogo na Síria

Altos funcionários da ONU emitiram um comunicado conjunto nesta sexta-feira (23) pedindo um cessar-fogo imediato na Síria após uma sequência de bombardeios deixar mais de 300 mortos nos últimos dias.

“Estamos profundamente abalados e perturbados pela brutalidade e pelo total desprezo pelas vidas civis que estamos testeminhando no leste de Ghouta e em outras partes da Síria”, diz o comunicado.

Assinam o documento o Alto Comissariado para Refugiados, Filippo Grandi, o administrador do Programa de Desenvolvimento, Achim Steiner, e o coordenador de Ajuda de Emergência, Mark Lowcock.

“Pedimos imediato cessar-fogo, proteção dos civis e da infraestrutura civil, irrestrito acesso humanitário ao leste de Ghouta, rápida evacuação dos doentes e feridos e passagem segura para os civis que desejam ir embora”, dizem.

Desde 2015, quando passaram a receber ajuda da Rússia, as forças leais a Assad têm ganhado território na guerra civil, que já dura sete anos.

O enviado da ONU à Síria, Staffan de Mistura, alertou nesta semana sobre a possibilidade de Ghouta se transformar numa segunda Aleppo, cidade que foi cenário de um confronto excruciante em 2016.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*