Diadema, Minha Cidade, Sua região

Comerciantes de Diadema lançam abaixo-assinado on-line por reabertura de empreendimentos e isolamento vertical

Comerciantes de Diadema lançam abaixo-assinado on-line por reabertura de empreendimentos e isolamento vertical
Comerciantes realizaram primeira carreata no último dia 1º. Foto: Divulgação

Os comerciantes de Dia­dema que realizaram carreata no último domingo (5) pela reabertura dos empreendimentos e a implementação do isolamento vertical, lançaram abaixo-assinado virtual (https://bit.ly/3aPp7yQ) para reforçar o ato. A categoria destaca os prejuízos causados para o pequeno empreendimento com a decretação da quarentena no Estado.

“Somos a favor do isolamento vertical. Entendemos que as pessoas do grupo de risco (idosos e pessoas com alguma doença preexistente) certamente merece uma atenção especial. As pessoas economicamente ativas precisam traba­lhar para que possam, assim, garantir o seu sustento e das pessoas que estão à sua volta. Somos totalmente a favor na aplicação de medidas em suas políticas internas, com o foco na orientação e prevenção contra o covid-19. Informar aos colaboradores a importância do distânciamento, do uso do álcool gel, máscaras e de todo equipamento que atendam às normas da OMS e do Ministério da Saúde”, diz o documento.

“Nós, comerciantes, não podemos ficar mais 30 dias parados. Caso isso ocorra, tanto nós, como Diadema e o Estado de São Paulo, colhe­remos frutos amargos.”

Os comerciantes de Diadema já realizaram duas carreatas este mês. No dia 1º cerca de 35 comerciantes parriciparam. Já na do último domingo houve quase o dobro de adesões. Um dos organizadores afirmou que existe a possibilidade de novo ato, mas sem data definida até o momento.

Quarentena

Nesta segunda-feira (6), o governador João Doria anunciou a prorrogação da quarentena por mais 15 dias.  Apesar da pressão dos empreendedores, o prefeito Lauro Michels (PV), seguindo as orietações do governo do Estado, publicou decreto prorrogando a quarentena no município por mais 15 dias.

Print Friendly, PDF & Email

1 comentário

  1. Concordo lentamente com a matéria a respeito da abertura do comercio informal para a cidade de Diadema esta guerra e mais politica do que doença…a pergunta é se o governador quer mesmo resolver o problema de saúde como ele diz que a vida das pessoas são tão importantes porque ele não resolveu o.problema da cracolandia no centro de São Paulo quando era prefeito…Diadema já tem a sua cracolandia e do ir na comunidade da casa grande e vc ver a com seus próprios olhos a quantidade de pessoas que estão fazendo suas casas de plastico e isto o prefeito não vê o governador não Ta nem ai…porque ele não tira as pessoas da cracolandia e não coloca num estádio de futebol e faz o tratamento destas pessoas que mais parecem zumbis…lamentavelmente esta guerra e totalmente POLITICA e quem vai pagar esta conta vai ser a população DIADEMENSE.

Deixe eu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*