Esportes, Futebol, Paulistão, Últimas Notícias

Com titulares, S.Paulo tem primeiro jogo em casa

Petros: “Queremos retribuir o incentivo que recebemos”/Erico Leonan/SPFC
Petros: “Queremos retribuir o incentivo que recebemos”/Erico Leonan/SPFC

Depois de perder na primeira rodada do Paulistão, o São Paulo tem ótima oportunidade de se recuperar na noite de hoje (20). Contra o Novorizontino, às 19h, o clube faz seu primeiro jogo da temporada no estádio do Morumbi.
A casa do São Paulo sempre esteve lotada no segundo semestre do ano passado. A torcida quebrou recorde atrás de recorde e foi essencial para a equipe permanecer na Série A do Brasileiro. “Precisamos do apoio do nosso torcedor, assim como foi em 2017, para fazer do Morumbi nossa força na temporada. Queremos representar nosso torcedor em campo, do início ao fim do ano, e assim retribuir todo o incentivo que recebemos”, afirmou o volante Petros.
No ano passado, o São Paulo disputou 26 jogos em sua casa e teve aproveitamento de 59%: 12 vitórias, dez empates e quatro derrotas, com 48 gols marcados e 29 sofridos.
“Aproveitaremos o apoio do nosso torcedor. A vontade de vencer e vestir essa camisa nos move para representar a torcida. Vamos em busca de títulos e, para atingir esta meta, temos de somar o maior número de pontos em casa”, comentou Petros.
O técnico Dorival Júnior vai colocar seus titulares em campo pela primeira vez. Porém, esta não é a equipe que será titular mais para a frente, já que Arboleda ainda se recupera de lesão, Diego Souza e Cueva ficarão no banco. Anderson Martins coloca o condicionamento físico em dia.
Do outro lado do campo estará um Novorizontino embalado por vitória, na estreia, sobre o Mirassol. O comandante é Doriva, que passou pelo Tricolor no final de 2015.

Discípulo
O goleiro Jean, de 22 anos, nunca escondeu que seu ídolo é Rogério Ceni. Em sua apresentação, o jogador disse, que se aparecesse uma oportunidade, bateria faltas.
Ontem (19), após o trabalho tático, Jean deu mostras do seu talento com os pés. O elenco se dividiu entre cobranças de faltas e de pênaltis. Depois de fazer sua parte, defendendo as penalidades máximas, Jean foi para o outro lado para bater faltas. Em três cobranças, acertou duas e arrancou aplausos.
As atividades foram bastante descontraídas. Nos pênaltis, os meia-atacantes Cueva e Diego Souza foram os mais ousados, com paradinhas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*