Minha Cidade, Regional, Sua região

Com reestruturação, Banco do Brasil vai fechar oito agências na região

O Banco do Brasil anunciou, domingo (20), plano de reestruturação que deverá fechar agências e enxugar a estrutura administrativa ao longo de 2017, totalizando quase R$ 2,9 bilhões. Das 402 agências do Banco do Brasil que serão fechadas, 222 estão no Estado de São Paulo, sendo oito unidades no ABC (três em Santo André, uma em São Bernardo, duas em São Caetano e duas em Mauá).

“Não deixaremos de atuar em nenhum município em que o Banco do Brasil já está”, afirmou Paulo Caffarelli, presidente da instituição, em entrevista a jornalistas No total, são 781 agências, de um total de 5.430, que deixarão de existir – o que corresponde a 14% do total. Dos pontos fechados, 379 serão convertidos em postos de atendimentos, uma versão menor e mais barata de servir ao cliente. As outras 402 serão desativadas, somando-se a outras 51 agências que começaram a ser fechadas em outubro.

De acordo com o executivo, a ideia é que todos os funcionários das agências que serão fechadas sejam realocados, se possível no mesmo município.

A principal diferença entre agências e postos de atendimento é que na primeira existe um gerente geral, e no posto de atendimento, não.

“Ou seja, no posto de atendimento há uma complexidade administrativa menor”, disse Paulo Roberto Lopes Ricci, vice-presidente de distribuição de varejo e gestão de pessoas do Banco do Brasil.

Em comunicado ao mercado, o banco diz que a rede de atendimento será reorganizada para adequá-la “ao novo perfil e comportamento dos clientes” e que não comprometerá a presença do BB nos municípios em que atua.

grafico-bancos

Aposentadoria

Se 9 mil funcionários aderirem ao plano extraordinário de aposentadoria anunciado pelo Banco do Brasil, a instituição financeira terá uma economia anual de R$ 2,13 bilhões. Se todos os funcionários que se encaixam nos requisitos aderirem, a economia anual do banco poderia chegar a R$ 3,75 bilhões, somando os abatimentos. O anúncio do plano de reestruturação agradou o mercado financeiro e as ações do Banco do Brasil subiram mais de 5% na Bolsa brasileira, ontem (21).

A instituição financeira informou que quer reduzir 9.300 postos de trabalho, dos 109 mil existentes hoje, para funcionar com mais eficiência. Pretende fazer isso através de um plano de incentivo à aposentadoria que envolve pagamento de 12 salários e indenização pelo tempo de serviço que varia entre um e três salários. O prazo de adesão é 9 de dezembro deste ano. Hoje, 18 mil funcionários se encaixam nos requisitos para aderirem ao plano.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*