Minha Cidade, Regional, Sua região

Com nove mortes, trânsito da região tem setembro menos letal em seis anos

Segundo o Infosiga, total de óbitos nas ruas e avenidas do ABC é 40,0% inferior ao apurado no mesmo mês do ano passado
Segundo o Infosiga, total de óbitos nas ruas e avenidas do ABC é 40,0% inferior ao apurado no mesmo mês do ano passado

O trânsito do ABC registrou em setembro o menor nú­mero de mortes para o mês em seis anos. Nove pesso­as perderam a vida nas ruas e avenidas da região, segundo o Infosiga, base de dados ge­renciada pelo De­tran-SP.

O total de óbitos é 40,0% inferior ao apurado em se­tem­­bro do ano passado. Trata-se também do menor número de mortes para o mês desde 2015, quando o Infosiga começou a acompanhar o indicador.

No corte geográfico, Diadema teve o melhor re­su­l­­­tado na comparação mensal, reduzindo de cinco para zero o número de mortes no trânsito do município. Em São Bernardo, na mesma comparação, o to­tal de perdas caiu de sete para cinco.

Em setembro, mês no qual ocor­re a Semana Nacional do Trânsito, as prefeituras promoveram ações educativas com o objetivo de orientar moto­ristas, pedestres, motociclistas e ciclistas quanto às boas prá­ticas no viário da região.

Para o secretário de Transportes e Vias Públicas de São Bernardo, Delson José Amador, a iniciativa ajudou a reduzir o número de mortes no trânsito. “Além de promover a orientação do público, as ações edu­cativas colocam em des­ta­que a importância de ter res­ponsabilidade no viário.”

Na comparação anual, po­rém, os dados do Infosiga apontam para o aumento no número de óbitos. De janeiro a setembro, as ruas, avenidas e rodovias do ABC fizeram 146 vítimas fatais, total 5,8% superior ao acumulado no mesmo período de 2020 (veja tabela acima).

O resultado decorre da ba­se de comparação fraca, uma vez que, em 2020, as medidas de isolamento social adotadas para conter a pandemia de covid-19 reduziram bastan­te a circulação de veículos, prin­cipalmente no segundo trimestre – medidas estas que fo­­­ram amenizadas neste ano, mesmo durante a segun­da onda da crise sanitária.

Em setembro, os mo­to­ciclistas lideraram as esta­tís­­ticas de fatalidade nos se­­­te municípios, com seis óbi­tos, seguidos por motoristas (dois) e pedestres (um).

Ainda segundo o Info­si­ga, os jovens continuam sendo as principais vítimas do trânsito da região. Do total de nove mortes registra­das em setembro, três (33,3%) concentraram-se na fai­xa etária entre 18 e 29 anos.

ACIDENTES

O Infosiga também apu­rou queda de 6,0% no número de acidentes nas ruas, avenidas e rodovias da região em setembro, para 646 ocorrências, ante 687 no mesmo mês de 2020.
Na mesma comparação, o total de acidentes fatais caiu 33,3%, para oito, menor nível para o mês desde 2015. Por sua vez, o número de acidentes não fatais recuou 5,5%, para 638.
O Infosiga, sistema pionei­ro no país, publica mensalmen­te estatísticas sobre aciden­tes de trânsito nos 645 mu­nicí­pios do Estado de São Paulo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*