Esportes, Futebol

Com mudança no mata-mata, A2 define regulamento

Sirqueira: “A ideia é trazer jogadores acostumados com a disputa da Série A2”. Foto: Rodrigo Corsi/FPF

Está definido o regulamento do Campeonato Paulista da Série A2 de 2017. Em conselho técnico realizado ontem (31), na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF), representantes dos 20 participantes e da entidade discutiram a fórmula de disputa do campeonato, que terá Água Santa e São Caetano como representantes do ABC.

Para o próximo ano, a Série A2 terá 22 datas disponíveis (de 29 de janeiro a 7 de maio), já que alguns clubes podem ter presença na Copa do Brasil. Após análise das propostas pelos clubes, ficou decidido que o regulamento terá algumas mudanças em relação ao adotado em 2016.

A primeira fase será formada por um grupo único, em que todos jogarão contra todos em apenas um turno. Os quatro melhores classificados avançam para a fase de mata-mata (neste ano eram oito). As semifinais serão disputadas em dois jogos para definir os acessos. Os classificados jogam a final em jogo único para definir o campeão. Seis equipes serão rebaixadas, assim como em 2016.

A regra de inscrição de 28 atletas para cada clube segue ativa. Em caso de lesão poderá haver troca dos atletas inscritos até o término da primeira fase. Os atletas não poderão atuar por outro clube da Série A2 e nem se transferir para clubes das séries A1 e A3. Os treinadores também não poderão atuar por dois clubes diferentes no campeonato.

Regulamento aprovado

O presidente do Água Santa, Paulo Sirqueira, aprovou o formato de disputa. “Entre as propostas apresentadas, a que agradou de modo geral foi a escolhida, então foi a ideal para todos”, comentou.

O dirigente revelou os planos para a formação do elenco, após a demissão do técnico Fahel Júnior, que comandou o Netuno na Copa Paulista. “Estamos reformulando e procurando um novo técnico. Queremos aproveitar alguns garotos da base, mas a ideia é trazer jogadores acostumados com a A2, pois será um torneio muito complicado, haja visto os clubes que participarão dele”, disse.

Sirqueira destacou a importância de poder contar com o apoio das arquibancadas. “O Água Santa consegue levar bons públicos ao Inamar, apesar das dificuldades financeiras enfrentadas pelo país. Vamos montar um time forte para buscar novamente o acesso”, prometeu.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*